sábado, 13 de dezembro de 2014

Buemi vence no Uruguai. Nelsinho e Di Grassi vao o pódio.

Buemi comemora a primeira vitória na F-E.
Depois de uma boa corrida na Malásia, a F-E desembarcou pela primeira vez em território sul-americano, em Punta del Este no Uruguai, e assim como foi na Malásia a corrida no Uruguai foi muito movimentada com brigas em várias posições, mas quem sorriu por último foi Buemi que venceu sua primeira corrida na F-E e com os Brasileiros tendo ótimo desempenho. 

Na largada Nelsinho superou Vergne, outro que pulou bem foi Buemi que superou seu companheiro e pulou para terceiro, Di Grassi perdeu uma posição e foi pra sétimo.

Bruno Senna vinha se recuperando bem e já estava em décimo-quinto, até que na quarta volta Sam Bird tocou na zebra, voou e acabou batendo, fim de corrida para a vice-líder do campeonato e o Safety-Car foi para a pista.

A relargada aconteceu na volta 7 e Felix da Costa acabou quebrando no meio no meio do caminho e estacionando o carro na pista.

Vergne atacava Nelsinho, o Francês quase tocou no Brasileiro na volta 8. O carro de segurança voltou novamente para a pista na volta 11 para tirar a Amlin de Felix da Costa, Lucas di Grassi quase bateu no carro do Português ao tentar passar Alguersuari.

Na volta 11 foi a relargada e de tanto insistir Vergne conseguiu a ultrapassagem pra cima de Nelsinho na volta 11, o Brasileiro ainda foi superado por Buemi e Prost.

Na volta 16 Vergne parou, Buemi assumiu a liderança, Nelsinho e Prost também ficaram na pista, na vez de parar Buemi voltou na frente

Uma briga interessante no meio do pelotão entre Sarrazin e Brabham disputavam posição até o Americano acabou batendo na Venturi de Sarrazin, Trulli que vinha atrás desviou e Senna pra evitar o choque freou e tocou o carro no muro, ficando com o carro torto, menos mal que o Brasileiro conseguiu ir para os boxes e trocar de carro, com todo esse incidente o carro de segurança voltou para a pista.

A relargada aconteceu na volta 19 e a direção de prova puniu vários pilotos: Prost, Cerruti, D’Ambrosio e Heidfeld (que recebeu sua segunda punição na corrida).

Brabham que vinha se recuperando na corrida e já estava em sétimo recebeu um toque de Alguersuari, atrás do muro Matthew sentado no chão e com as mão na cabeça lamentava o abandono. Safety-Car dando o ar da graça de novo na corrida.

Com três voltas para o fim a relargada aconteceu e Vergne partiu pra cima de Buemi,  mas a bateria do Francês da Andretti foi para o espaço e acabou ficando lento na pista e abandonar, melhor para os Brasileiros que ganharam uma posição no pódio. Destaque para Bruno Senna que largou em último e acabou em sexto.

Com a vitória Buemi agora assume a vice-liderança do campeonato com 40 pontos, Di Grassi permanece na liderança com 58 pontos.

A Fórmula E volta dia 10 Janeiro para o e-Prix da Argentina.

Veja o resultado da corrida Aqui.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Opinião: Palmer alfineta Nasr + Opinião sobre a atual F1.

FETV: Como comecei a acompanhar o automobilismo?

Em corrida interrompida pela chuva OAK vence em Sepang.

A OAK venceu mais um temporada e ficou com o título.
A chuva deu as caras na última etapa da AsLMS realizada em Sepang na Malásia, a chuva forte veio nos últimos 20 minutos, o carro de segurança foi acionado e com cinco minutos para o fim a bandeira vermelha foi acionada, sem maiores problemas e todos os carros acabaram a corrida.

A OAK Racing venceu a corrida (E as quatro de toda a temporada) o trio Cheg/Tung/Bo venceu com tranquilidade e duas voltas de vantagem para o Oreca da Euracia de Winslow/Hartshorne/Jin.

A dupla da OAK Racing David Cheng e Ho-Pin Tung ficou com o título. Com o título da LMP2 a OAK garantiu uma vaga nas 24 Horas de Le Mans.

Craft-Banboo venceu e garantiu o título de Kevin Tse.
Os dois carros da classe CN tiveram problemas, a vitória ficou com o 77 da Craft-Bamboo de Chan/Tse/Venter que acabou em sexto e na segunda posição e ficando em sétimo na geral o 21 da Team Avelon de Lian/Hudspeth.

Kevin Tse da Craft-Bamboo faturou o título da classe CN.

Clearwather venceu a segunda na temporada.
Na classe GT com o terceiro lugar no geral a vitória foi da Ferrari 33 da Clearwater Racing de Sun/Wee/Griffin que conseguiu uma grande recuperação após ter largado em último, em segundo A BMW Z4 91 da AAI Motorsport de Tanigawa/Chen/Millroy e fechando o pódio a outra BMW da AAI de Seefried/Chen/Sakaguchi.

O título ficou com a BMW 91 da AAI.

Veja o resultado da corrida Aqui.

domingo, 30 de novembro de 2014

Porsche vence em Interlagos e conquista primeira vitória no WEC.

Finalmente a Porsche vence ao seu retorno com protótipos.
Finalmente saiu a primeira e tão merecida vitória da Porsche em seu retorno com protótipos, a pole foi do 20, mas a vitória foi do 14 de Jani/Dumas/Lieb. A corrida foi extremamente animada em todas as classes com várias brigas e trocas de lideranças, sem dúvida foi uma das melhores corridas do WEC no ano.

A Toyota bem que tentou e ameaçou a Porsche em vários momentos mas se contentou com um segundo lugar de Davidson/Buemi, a montadora Japonesa também conquistou o título de construtores.

E para a Audi que provavelmente viveu um dos piores anos no Endurance, não conseguiu chegar nem perto da briga pela vitória, apesar de ter conquistado o terceiro lugar com Di Grassi/Duval/ Kristensen, o Dinamarquês que fez hoje a sua última corrida e conseguiu uma despedida com um merecido pódio.

O grande susto da corrida foi uma batida já com 23 minutos para o fim entre Mark Webber e Matteo Cressoni. O clima ficou tenso e todos só se tranquilizaram depois que Webber que estava numa maca fez um sinal de positivo. Os dois estão bem mas vão passar a noite no hospital em recuperação.
KCMG foi a equipe que conseguiu sobreviver na LMP2.
Na LMP2 todos os carros tiveram um tipo de problema, o Ligier da G-Drive que liderava a classe e o campeonato bateu no início da prova e abandonou, assim dando adeus ao campeonato e deixando caminho aberto para Zlobin para poder conquistar o título porem o Russo também teve problemas com o Oreca, mas conseguiu voltar para a corrida e conquistar o título.

A vitória ficou com o 47 da KCMG de Bradley/Howson/Imperatori em segundo mas bem distante dos vencedores na vigésima posição o 27 da SMP de Minassian/Zlobin/Mediani e na terceira posição o outro carro da SMP o 37 de A.Ladygin/K.Ladygin/Shaitar. 


97 assumiu a liderança no fim da corrida.
O 97 da Aston Martin de Mucke/ Turner venceu na GTE-PRO, a vitória foi até uma surpresa já que o carro nem apareceu na prova e só foi para a liderança no fim da corrida na segunda posição o Porsche 92 de Makovieki/Pilet e na terceira posição a AF Corse 71 de Calado/Rigon.


Fernando Rees fazia uma boa corrida chagando a liderar, mas acabou se enroscando com um dos carros dos amadores da Aston Martin e depois sofreu uma fechada criminosa de Bergmeister e acabou na décima primeira posição.   



E na GTE-AM a Aston Martin fez a dobradinha com o 98 de Lamy/Dalla Lana/ Nygaard com o 95 de Heinemeier/Polsen/Thiin em segundo e a AF Corse 81 de Rugolo/Bertolini/Wyatt.

Emerson Fittipaldi que tinha largado em quarto sofreu com alguns problemas quando o Brasileiro assumiu o volante e precisou ficar um bom tempo nos boxes e acabando na sexta posição. 

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Opinião: Hulk no terceiro LMP1 da Porsche

Nico Hulkenberg no terceiro carro da Porsche.

Hulkenberg disputará 2 etapas do WEC em 2015.
E o terceiro carro da Porsche já tem seu primeiro piloto anunciado, Nico Hulkenberg o Alemão e atual piloto da Force Índia que já tem vínculo com a equipe Indiana para 2015. Além de participar das 24 Horas de Le Mans Hulk também irá correr as 6 Horas de Spa, evento que antecede a corrida Francesa.

Essa não é a primeira experiência de Hulkenberg com a Porshe, em 2010 ele guiou um 911 GT3-R Hybrid no circuito Nürburgring Nordschleife.

“Eu sempre fui um grande fã da Porsche e acompanhei esse retorno deles aos LMP1 muito de perto. O desejo de guiar em Le Mans cresceu muito”. Comentou Hulkenberg.

“Estou muito feliz que o calendário de 2015 da Force India me permite que eu faça as duas provas e agradeço muito ao time pela generosidade de me deixar correr. Agora é hora de trabalhar duro para que eu satisfaça as duas equipes” Encerrou o piloto Alemão.

Nos últimos anos pilotos como Frank Montagny corria na Super Aguri em 2006 e Sebastian Bourdais que estava na Toro Rosso em 2009 corriam na F1 e também participaram das 24 Horas de Le Mans. E mais recentemente André Lotterer que participa do WEC fez uma corrida pela Caterham em Spa substituindo Kamui Kobayashi.

domingo, 23 de novembro de 2014

Análise: Putrajaya e-Prix [FE]

Hamilton vence em Abu Dhabi e é bi-campeão da F1.

Emocionado, Lewis celebra o bi-campeonato.
Rosberg, bem que tentou, mas os problemas no ERS o impediu. 
Acabou a temporada 2014 da Fórmula 1 no circuito de Yas Marina em Abu Dhabi, como sempre a corrida não teve muitas emoções, mas ganhou um grande ar de dramaticidade quando Hamilton liderava e Rosberg que era o segundo colocado teve problemas com o ERS do carro

Mas sem dúvidas que o grande destaque da corrida foi Felipe Massa o Brasileiro liderou várias voltas e brigou pela vitória até o fim, e talvez tenha sido a melhor corrida dele no ano, já que foi o único que realmente conseguiu incomodar a Mercedes no ano.

No mais, parabéns para Lewis Hamilton que conquista o seu segundo título mundial.

Na largada Rosberg perdeu a primeira posição para Hamilton, Bottas também largou mal e caiu para oitavo, melhor para Massa que herdou a posição do companheiro.

Em pouco tempo de corrida Hamilton já tinha 1.5 de vantagem para Rosberg, no meio do pelotão Raikkonen era superado por Alonso, Kvyat e Bottas. Poucas voltas depois já começaram as primeiras paradas, o primeiro foi Alonso, na volta 6.

O Espanhol voltou com os pneus macios. Na volta seguinte foi a vez de Raikkonen, Button e Kvyat foram uma volta depois.
Na volta 10 foi a vez de Hamilton, na 11 foi Rosberg, ambos com pneus macios. Massa que ocupava a primeira posição andou um pouco mais e parou na volta 14.

A dupla da RBR com as paradas dos outros pilotos já tinha entrado na zona de pontuação e na volta 21 Vettel fez sua primeira parada, lembrando que ele tinha largado com os macios, e voltou com os super-macios, Magnussen veio na mesma volta e fez a mesma estratégia de Vettel.

Até aí a corrida estava meio morna, mas aí Rosberg escapa da pista e depois começa a reclamar no rádio que não tem potência no motor, o piloto Alemão tinha problemas no ERS.

Com os problemas do Alemão Massa chegou rápido e conseguiu a ultrapassagem na volta 27, e então Rosberg começou a despencar na classificação, na 33 foi a vez de Bottas. Na volta 31 Hamilton foi aos boxes colocar pneus macios, na 35 foi a vez de Rosberg e na 36 a vez de Bottas que voltou pressionado por Ricciardo que tinha parado na volta 27.

O líder da corrida era Felipe Massa que até virava bons tempo, as vezes mais rápido que Hamilton, só que a Mercedes liberou potência para o Britânico que logo na sequência fez a volta mais rápida da corrida, vendo a ameaça Felipe entrou na 43 para colocar os pneus super-macios e poder atacar Hamilton. Massa voltou 11s segundos atrás de Lewis.

E na parte final da corrida Felipe tirava a diferença, mas não o suficiente para incomodar Hamilton que só administrava a corrida e partiu para a vitória e seu segundo título mundial, Bottas fechou o pódio.

Veja o resultado da corrida Aqui.
Veja a tabela final de classificação Aqui.

sábado, 22 de novembro de 2014

Em Abu Dhabi Rosberg supera Hamilton e faz a pole.

Última pole de 2014 fica com Rosberg.
Rosberg consegue mais uma pole, talvez essa uma das mais importantes na sua carreira, numa corrida que terá pontuação dobrada mesmo não dependendo somente dele, mas talvez para a alegria de Nico as Williams andaram bem perto da Mercedes, e porque não, poder estragar a festa de Lewis?

Grande parte dos pilotos começaram o Q1 indo com os pneus super-macios e Magnussen fez o primeiro tempo 1:43.171 a frente de Button, Perez e Stevens.

Mas aí veio a turma forte e Bottas fez 1:42.346 pulando para primeiro Massa fez o segundo tempo 1:42.921. Aí Hamilton deu o ar da graça fazendo 1:41.207 e assumiu a liderança, trazendo junto Rosberg 0.1 atrás do Britânico.

Faltando cinco minutos para o fim os carros da RBR foram para a pista de super-macios
Ricciardo fez o terceiro tempo 1:42.204 Vettel fez o quinto tempo.

Os pilotos voltaram para a pista no fim do Q1 e Massa tomou o terceiro tempo de Ricciardo 1:41.475 Magnussen apareceu em quarto e Button em quinto, Bottas foi o oitavo. 

Os dois carros da Force Índia abriram o Q2 e Perez fez a primeira volta rápida 1:42.467 a frente de Hulkenberg, mas aí com os pneus super macios novos Hamilton fez 1:40.920 e o melhor tempo do fim de semana, Rosberg não conseguiu tirar a diferença ainda com um erro a diferença era de 0.539.

Bottas fez 1:41.465 ficando somente à 0.006 do tempo de Rosberg, Massa fez o quarto tempo e Ricciardo o quinto. Mas no fim Massa pulou para segundo com um tempo de 1:41.144, depois Bottas pulou para terceiro fazendo 1:41.376 empurrando Rosberg para quarto.      

O Q3 começou com Bottas foi o primeiro a sair, seguido pelos dois pilotos da Mercedes com Massa na sequência.

O melhor tempo foi feito pelo Brasileiro 1:41.119, até Rosberg passar e fazer 1:40.697. Hamilton vinha rápido mas errou nas últimas duas curvas e fez 1:41.021. Raikkonen foi o único piloto que não tinha ido para a pista na primeira rodada das voltas rápidas, optando por poupar pneus e sair para fazer somente uma volta.

A segunda rodada de voltas começou com Bottas fazendo o terceiro tempo 1:41.025, Massa caiu para quarto. Rosberg melhorou sua marca em 0.217 e fez 1:40.480, Hamilton tentou mas não conseguiu.  

*Os dois carros da RBR foram punidos por irregularidades na asa dianteira e vão largar na última fila. 

Confira o resultado do treino Aqui.

Pra quem Perdeu: Putrajaya (FE)

Sam Bird vence em Putrajaya. Di Grassi é o segundo.

Bird comemora a sua primeira vitória na FE.
Nas ruas de Putrajaya deu Sam Bird, o Britânico sobrou na corrida realizada na madrugada de sexta pra sábado, Daniel Abt com uma boa estratégia até que tentou estragar a festa, mas precisando economizar energia Bird passou de passagem e junto com Di Grassi que fez uma grande recuperação após ter problemas no treino se consolidam na primeira e segunda posição do campeonato.   

Na largada Abt ficou parado e caiu lá para trás, Bird pulou bem e já atacava Servià. Ainda na primeira volta Legge bateu em Cerruti e Brabham rodou e acertou Heidfeld, assim o Safety-Car foi para a pista.

Na volta 5 a relargada aconteceu e Bird conseguiu superar Servià e assumiu a liderança, logo depois foi vez de Trulli passar Servià, que ainda foi ultrapassado por Chadhok, Nelsinho tentou ir no embalo pra tentar passar o Espanhol, mas não conseguiu.

Heidfeld voltou a sofrer com um acidente, desta vez Montagny tirou o Alemão na volta 9, o Francês tentou forçar uma ultrapassagem e quando colocou de lado acabou espalhando e jogando Heidfeld contra o muro e o Safety-Car voltava para a pista.

A corrida reiniciou na volta 11 e Bird já tratou de abrir vantagem, Chadhok atacou Trulli, mais atrás Montagny teve o bico quebrado e precisou ir para os boxes. Na volta 18 Brabham rodou e causou uma bandeira amarela.

Aproveitando Trulli, Chadhok, Servià e Nelsinho foram para os boxes trocar de carro. Bird permaneceu na pista.

Na troca de carros quem mais ganhou posições foi Di Grassi que já aparecia brigando pela terceira posição. A prova tinha um novo líder Abt que tinha feito uma troca muito melhor que a de Bird.

Trulli que era o segundo recebeu uma punição por excesso de velocidades nos pits. Na briga pela terceira posição Nelsinho ultrapassou Di Grassi, e Nelsinho partiu pra cima de Trulli que ao ser ultrapassado fechou o Brasileiro que bateu no muro e precisou abandonar. Logo depois Trulli foi cumprir sua punição.   

Pela primeira posição Bird começava a tirar a diferença para Abt, que estava muito mais lento, precisando economizar energia e virava as voltas na casa de 1:30 e Bird virava 1:26, e faltando quatro voltas para o final, na volta 27 Bird ultrapassou Abt que perdeu mais posições.

Senna conseguiu passar Prost 29 e ganhou a quarta posição, mas na volta final acabou escapando e bateu, mais uma corrida que o sobrinho de Ayrton sai zerado.

Bird só administrou e venceu com 4.1 de vantagem para Di Grassi, o Brasileiro após grande recuperação soma 43 pontos contra 40 de Bird no campeonato e fechando o pódio Buemi.   

A próxima corrida da FE será no dia 13 de Dezembro em Punta del Este no Uruguai.

Veja o resultado da corrida Aqui.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Oriol Servia faz a pole em Putrajaya.

Com a punição de Prost, Servia herdou a pole.
Depois de dois meses a Fórmula E volta a pista, dessa vez em Putrajaya na Malásia e a pole ficou novamente com Nicolas Prost e assim soma mais três pontos no campeonato. Os Brasileiros foram discretos o melhor foi Nelsinho Piquet  que fez o oitavo tempo.

GRUPO 1
Bruno Senna, Matthew Brabham, Stephane Sarrazin, Daniel Abt, Nelson Piquet Jr,

De cara todos os pilotos foram para a pista e o primeiro tempo foi marcado por Daniel Abt 1:22.989, na primeira volta o mais rápido foi Brabham 1:22.941, na sequência Nelsinho fez o melhor tempo 1:22.620, Bruno Senna tinha feito duas voltas bem lentas e ocupava a quinta posição e vinha diminuindo os tempos mas uma errada fez com que perdesse tempo e passou à 0.474 já que Abt tomou a liderança com 1:22.342, faltando 1:08 para acabar o treino Nelsinho para na pista e a bandeira vermelha foi acionada e assim o treino do grupo 1 acabou.

GRUPO 2
Karun Chandhok, Jarno Trulli, Michela Cerruti, Franck Montagny, Ho-Pin Tung

Chandhok fez o segundo tempo com 1:22.612, Sarrazin fazia o sexto tempo, Trulli  melhorou seu tempo e fez o segundo tempo 1:22.347 somente 0.005 atrás do tempo de Abt, com 1:20 Ho Ping-Tung que ocupava a 11° posição acabou rodando no hairpin e causando bandeira amarela no local, mas como o Chinês não conseguiu tirar o carro e ocasionando a bandeira vermelha a 42 segundos, assim encerrando o treino do grupo 2, os outros pilotos ocuparam posições discretas. Montagny talvez o que tenha mais decepcionado fazendo somente o oitavo tempo.

GRUPO 3
Oriol Servia, Jerome d’Ambrosio, Nicolas Prost, Sebastien Buemi, Nick Heidfeld

Primeiro tempo do grupo foi feito por Heidfeld 1:23.387 ocupando a oitava posição, Prost e D’Ambrosio fizeram tempo muito acima ao de Abt, enquanto Buemi fazia um bom tempo acabou errando a freada e parando na área de escape, Prost melhorou e muito seu tempo e tomou a liderança 1:22.079, na sequência Servia tomou a pole com 1:22.010,  mas Prost melhorou seu tempo e retomou a liderança 1:21.779, outro que apareceu bem foi D’Ambrosio 1:22.010 e fez o terceiro tempo.

GRUPO 4
Sam Bird, Jaime Alguersuari, Lucas di Grassi, Antonio Felix da Costa, Katherine Legge

Logo na primeira volta Di Grassi  acabou raspando no muro e danificou a suspensão, na sequência Alguersuari não viu o carro o carro do Brasileiro e bateu no muro ocasionando a vendeira vermelha com 06:49, Felix da Costa fez o décimo segundo tempo, Bird vinha forte e fez o quarto tempo 1:22.235, Legge foi a última dos pilotos a ter feito tempo 1:25.823 e largará em décimo oitavo.  

A corrida começa as 4 horas da Manha e tem transmissão da Fox Sports.

Opinião: O que esperar de Vettel na Ferrari.

Opinião: Emerson Fittipaldi disputará as 6H de Interlagos.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Opinião: Will Stevens na Caterham.

Caterham anuncia Will Stevens para o GP de Abu Dhabi.

Stevens retorna à Caterham e disputa o GP de Abu Dhabi.
A Caterham anunciou hoje quem será o companheiro de Kamui Kobayashi para o GP de Abu Dhabi será o Britânico Will Stevens.

Stevens tem 23 anos e vem de três temporadas na World Series By Renault, e tem somente dois vitória em três anos, as duas vitórias foram nessa temporada em Monza e Jerez acabando essa temporada na sexta posição com 122 pontos. No meio do ano passado ele teve a primeira oportunidade de testar um F1 com a Caterham em Silverstone e nesse ano tinha se juntado ao programa de desenvolvimento da Marussia.

No seu Twitter Will comemorou "Muito feliz por fazer minha estreia na F-1 neste fim de semana em Abu Dhabi com a Caterham (após) muitos anos de trabalho duro para chegar aqui, então um dia excelente para mim!"

Gianluca Pisanello chefe de operações de engenharia da Caterham comentou sobre a contratação do jovem Britânico.

“Conhecemos Will muito bem devido ao seu envolvimento com a Academia de Corrida da Caterham, e o importante é que ele passou bastante tempo em nosso simulador, completando cerca de 10 mil quilômetros, o que aumentou sua experiência tanto com o carro deste ano quanto com a equipe de engenharia que está em Abu Dhabi”.

 “Além disso, seu teste neste ano em Silverstone com nosso carro atual, onde ele completou mais de 500 quilômetros, foi muito bem sucedido e seu ritmo de corrida foi ótimo. Como resultado, ele era um dos nossos melhores candidatos para este fim de semana de corrida, e estamos entusiasmados por garantir seus serviços em nosso retorno ao grid da Fórmula 1″.

“De fato, nós assinamos com Will na semana passada, mas tivemos de aguardar a confirmação de sua super licença antes de fazer nosso anúncio”. Finalizou Pisanello.

sábado, 15 de novembro de 2014

Nas ruas de Macau deu Maro Engel.

Primeira vitória de Engel nas ruas de Macau.
Não foi dessa vez que Edoardo Mortara conseguiu sua quarta vitória em Macau, numa corrida morna e sem muitas emoções que venceu no fim das 12 voltas foi o Alemão Maro Engel que havia largado da sexta posição assumiu a ponta da largada e levou o Mercedes SLS AMG tranquilamente pra vitória, esse foi o primeiro, esse foi o primeiro triunfo do Alemão no circuito   

Logo na largada Mortara foi superado por dois Mercedes, os de Engel e Van der Zande, Vanthoor caiu para quarto.

Os cinco primeiros andavam junto, mas ninguém ataca ninguém. Com pista limpa Engel já conseguia abrir uma vantagem em oito voltas a diferença era de 2.6, Van der Zande que estava sendo pressionado por Mortara também conseguiu abrir um pouco para o piloto Italiano.

Na volta 10 finalmente uma ultrapassagem, na briga pela nona posição Wittmann conseguiu ultrapassar o Aston Martin de O’Young, outro que conseguiu uma ultrapassagem foi Farfus, que conseguiu passar o Porsche de Bamber.

Na abertura da última volta um enrosco entre Bamber e Tsuchiya na briga pela sexta posição, melhor para Rui Aguas que herdou a posição.

No fim quem levou a melhor foi Maro Engel que chegou com 1.2 de vantagem para Van der Zande. Mortara fechou o pódio 6.6 atrás de Engel.

Na GT Ásia as corridas são disputas em duplas, mas em Macau é diferente e não tem troca de pilotos e quem levou a melhor foi Weng Sun Mok  Clearwater Racing..


Veja o resultado da corrida Aqui. (Assim que sair eu posto) 

Toyota #7 vence. E dupla do #8 são os novos campeões do WEC.

Os dois carros da Toyota recebem a bandeirada. 
E o Mundial de Endurance tem seu novo campeão, a Toyota acabou com o domínio da Audi e conquista seu primeiro título mundial com Sebastien Buemi e Anthony Davidson. A dupla da Toyota agora soma 158 contra 117 do trio do Audi 1.

Mas a vitória ficou com o outro Toyota de Sarrazin/Wurz/Conway que venceu a primeira no ano, na segunda e terceira posição deu Porsche o 14 de Dumas/Lieb/Jani e o 20 Webber/Hartley/Bernhard.

O carro dos campeões passou por um grande já que teve um problema elétrico e precisou ficar meia hora parado nos boxes caindo para a última posição, mas durante a corrida foi se recuperando e acabou na décima primeira posição.

A Audi que decepcionou de novo, não chegou nem perto da vitória e muito menos incomodar os Porsche, o 1 acabou na quarta posição uma volta atrás e o 1 acabou uma posição atrás e duas voltas atrás dos vencedores.   

A decisão da LMP2 vai ficar para Interlagos. 
Na LMP2 a KCMG venceu pela segunda vez na temporada o trio Bradley/Howson/Imperatori chegou com duas voltas de vantagem para o 37 da SMP de Ladygin/Shaitar/Ladygin e na terceira posição o 35 da OAK Racing de Cheng/Petterson/Ihara.

O Ligier da G-Drive assumiu a liderança do campeonato, mas a corrida dos Russos foi comprometida logo na primeira volta ao quebrar a suspensão e perder cinco voltas, mas para a sorte deles o carro da SMP que eram os líderes da classe tiveram problemas no fim da corrida e acabaram abandonando. Agora são 136 pontos para os pilotos da G-Drive contra 158 de A.Ladigyn.

A dupla da Ferrari já garantiu o título.
A GTE-Pro como sempre protagonizou as melhores brigas, inclusive uma briga espetacular entre Pilet, Mucke e Bruni.

A vitória ficou com a Ferrari 51 de Bruni/Vilander em segundo o Aston Martin 97 de Mucke/Turner que chegou a liderar por um bom tempo e na terceira posição a outra AF Corse de Calado/Rigon. A Porsche decepcionou muito com os dois carros acabando na quarta e quinta posição, sem ameaçar os líderes e em vários momentos da prova brigou com os carros da classe Amadora.

Com a vitória do 51 Bruni e Vilander ficou com o título que poderia ter vindo já na corrida passada, a dupla da Ferrari soma 156 pontos contra 116,5 de Makowiecki.

Poulsen e Hanson foram outros que garantiram o título.
E na GTE-AM mais uma vez vitória da Aston Martin, dessa vez com o 95 de Poulsen/Thiim/Heinemeier-Hanson na segunda posição a AF Corse 81 de Wyatt/Rugolo/Bertolini e fechando o pódio o outro Aston Martin de Lamy/Dalla Lana/Nygaard.

A dupla Heinemeir-Hanson e Poulsen já garantiu o título com 180 pontos contra 138 da outra dupla da Aston Martin.

A próxima corrida será no dia 30 de Novembro em Interlagos. (A corrida começa as 13:00)

Veja o resultado da corrida Aqui.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Opinião: CALA A BOCA BERNIE!!!!!!!!

McLaren volta a pista com motores Honda.

Turvey levando o carro para pista.
Depois de 22 anos a McLaren voltou a ter um carro com motores Honda, os responsáveis por levar o carro a pista foram os pilotos reservas: Oliver Turvey e Stoffel Vandoorne.

O dia foi para filmagens publicitárias no circuito de Silverstone e os dois pilotos ainda andaram nos carros que Ayrton Senna foi campeão o McLaren MP4/4 (1988) e MP4/6 (1991).

Apesar do dia ensolarado o carro foi para a pista com os pneus de chuva, o carro que andou foi MP4-29 que é o carro que a equipe usa nessa temporada.

Em Abu Dhabi a equipe planeja levar um carro B para poder testar uma série de novidades aerodinâmicas e adiantar uma introdução de tecnologias.

A McLaren será a única equipe que utilizará os motores Honda.

Opinião? Caterham vai disputar o GP de Abu Dhabi.

domingo, 9 de novembro de 2014

Rosberg segura Hamilton e vence em Interlagos.

Desde o GP da Alemanha Rosberg não vencia.
Acabou a sequência de vitórias, após dominar treinos livre e classificação Rosberg volta a vencer na F1, a vitória veio numa boa hora já que ele descontou a diferença que tinha para seu companheiro. Já Massa fez uma boa corrida e conseguiu seu segundo pódio na temporada. 

Na largada a ordem se manteve, Rosberg largou bem e Hamilton se posicionou logo atrás, Massa pulou bem e não deu chances para Bottas, quem se deu mal foi Vettel que poucas curvas depois caiu para oitavo, perdendo posições para Magnussen e Alonso.

Maldonado foi o primeiro piloto a ir para os boxes. Na quinta volta Massa fez seu pit-stop, voltou com os pneus médios, porém o Brasileiro foi punido por ter excedido o limite de 
velocidade nos boxes.

Na volta 8 foi a vez de Rosberg voltar com os médios e junto com o Alemão foram Magnussen e Alonso. Na volta seguinte foi a vez de Hamilton que liderava, o Britânico também voltou com os médios.

Rosberg ultrapassou Kvyat que ainda não tinha parado e ocupava a segunda posição, e pouco depois foi a vez de Hulkenberg ser ultrapassado pelas Mercedes, Hulk fez sua parada na volta dezessete e Kvyat na dezenove.

A segunda rodada de pit-stops começou na volta vinte-cinco com Vettel e Grosjean, Massa veio na vinte-seis e aproveitou já para pagar a sua punição, o Brasileiro voltou em décimo terceiro. Rosberg entrou na volta seguinte.

Hamilton que tinha permanecido na pista acabou errando a freada no laranjinha e acabou rodando, pra sorte do Britânico ele não bateu em nada e voltou para corrida sem problemas. Mas toda aquela vantagem que ele tinha foi para o espaço e foi para os boxes na sequência voltando em segundo e onze segundos atrás de seu companheiro de equipe, diferença que ele tratou logo de descontar.

Em sete voltas Hamilton descontou oito segundos para Rosberg. Mais atrás na briga pela oitava posição Hulkenberg ultrapassou Bottas, Raikkonen só acompanha a briga dos dois e na sequência ultrapassou seu compatriota. Na volta quarenta-quatro Alonso ultrapassava Magnussen. Ainda na quarenta-quatro Ricciardo teve problemas nos freios e abandonou.

Lá na frente a diferença já era de 2.3. Massa fez mais um pit-stop, na volta cinquenta-um e protagonizou uma cena engraçada ao parar nos boxes da McLaren, lembrando o que Hamilton tinha feito na Malásia em 2013. Massa voltou com os médios.

Na mesma volta de Massa Hamilton entrou e voltou 2.5 atrás de Rosberg, Hamilton voltou bem, mas o Alemão respondeu fazendo uma volta rápida mas em pouco tempo a diferença era 0.7, Massa que tinha voltado em quinto subiu para terceiro.

A partir dai Rosberg se segurou bem com todos os ataques de Hamilton. Com a vitória Rosberg volta a vencer e quebra a sequência de cinco vitórias seguidas de Hamilton, agora a diferença cai para 17 pontos, lembrando que em Abu Dhabi terá pontuação dobrada. Para alegria de todos que estavam no autódromo Massa fechou o pódio               

Veja o resultado da corrida Aqui.

sábado, 8 de novembro de 2014

Por 0.023 Rosberg consegue a pole em Interlagos.

Rosberg consegue a 10° pole do ano.
Tive ENEM, por isso o texto tá saindo tão tarde, e amanhã com a corrida vai atrasar ainda mais. Pretendo até a meia-noite postar o texto.

Nico Rosberg fez a pole para o GP do Brasil, o Alemão foi dominante a classificação inteira e com méritos conseguiu a pole já Hamilton bem que tentou, mas no fim teve que se contentar com a segunda posição e ficando somente a 0.023 de seu companheiro de equipe.

Kvyat fez o primeiro tempo 1:12.555, na sequência veio Ricciardo com 1:12.825, na sequência vinha a dupla da Sauber.

Mesmo com uma pequena possibilidade de chuva a Mercedes já saiu com pneus macios e Hamilton pulou para a liderança 1:11.223, Massa com um bom 1:11.570 e Bottas vinha em terceiro. Não durou muito e Rosberg fez 1:10.693.

Hamilton ainda conseguiu retomar a liderança com 1:10.457, mas veio Rosberg com 1:10.347 e retomar a liderança.

Nos últimos três minutos a Williams botou os pneus macios e ambos pilotos chegaram a marca 1:10, Massa ficou em terceiro e Bottas em quarto.

Vettel que estava suando para avançar para o Q2 ocupava a última posição e fora dos 107% conseguiu uma décima-terceira posição. Ricciardo também tinha dificuldades e ficou na décima-primeira posição.

Hulkenberg foi o primeiro piloto a ir para a pista no Q2 e registrou 1:12.306, Gutierrez em segundo com 0.025 atrás do Alemão da Force Índia.

Não demorou e a Mercedes já estava na liderança com Rosberg 1:10.303 e Hamilton em segundo com 1:10.712. 0.4 mais lento que Rosberg.

Com pneus macios Bottas fez 1:10.758, Massa em quarto 1:10.859, na sequência vinham duas McLaren, Button e Magnussen em quinto e sexto respectivamente. Vettel conseguiu ir para o Q3, mas como foi no Q1, passou com sufoco também.

E no Q3 o primeiro a sair foi Hamilton e já fazendo um tempo muito forte 1:10.195, mas aí veio quem? Rosberg fez 1:10.166 e pulou para a liderança.

Pouco depois saíram os carros da Williams e Bottas fez 1:10.305, Massa fechou a volta pouco depois com 1:10.247 e pulou para a terceira posição, logo atrás vinhas as McLaren.

Faltando cinco minutos os carros voltaram para a pista e Hamilton foi abaixando o tempo e tomar a liderança com 1:10.056, o Britânico ainda errou na sua volta, o que pode ter lhe custado a pole, aí veio Rosberg, com o cronômetro zerado e fez 1:10.023 e ficar com a pole. Massa vinha rápido, mas no fim abortou a volta e vai largar em terceiro.

Veja o resultado do treino Aqui.

Agora se você como eu vai fazer o ENEM não se preocupe, o SporTV vai passar o VT as 17:00 e o SporTV 2 as 22:00.  

domingo, 2 de novembro de 2014

Perez é punido para o GP do Brasil.

Sutil deixa o carro após o acidente.
Após tocar na traseira de Kimi Raikkonen e bater em Sutil que estava na nona posição, Perez será punido para o GP do Brasil. Devido ao acidente a Sauber ficou fora dos pontos mais uma vez, essa era a primeira vez na temporada que a equipe Suíça estava largando entre os 10.

O Mexicano irá perder 7 posições para o GP do Brasil.

O comunicado que a FIA liberou após o acidente. “O motorista do carro 11 (Pérez) poderia ter esperado para completar a sua manobra. Sua colisão com o carro 99 (Sutil) foi imprudente.”


Com o acidente Perez ganhou dois pontos de penalidade, que vai permanecer em sua licença por 12 meses.  

Hamilton passa Rosberg e vence o GP dos EUA.

Hamilton dá importante passo para o bi campeonato.
Exatamente nesse dia 2 de Novembro Hamilton conquistava seu único título mundial, naquele emocionante GP de Interlagos em 2008, e hoje com a vitória, a quinta seguida na temporada Lewis Hamilton dá um importante passo rumo ao seu segundo título na F1, após não conseguir a pole para a corrida de hoje Lewis ficou quietinho a corrida inteira, e numa bela manobra na volta 24 conseguir mais uma vitória e abrir uma boa vantagem para seu companheiro.

Na largada Rosberg se mateve a frente de Hamilton, Massa ultrapassou Bottas e ganhou a terceira posição, Ricciardo caiu várias posições na largada.

Ainda na primeira volta Perez errou a freada, tocou em Raikkonen, e depois bateu em Sutil, devido ao acidente o Safety-Car foi acionado. Aproveitando a entrada do carro de segurança vários carros foram fazer seus pit-stops.

A relargada aconteceu no fim da volta quatro, na frente tudo se manteve, só Ricciardo que tomou a quarta posição de Alonso. Enquanto isso os dois primeiros iam abrindo vantagem lá na frente, na volta 15 já tinham mais de 5 segundos de vantagem.

Ainda na volta 15 começaram as paradas, Massa e Ricciardo, foram dos ponteiros os primeiros a parar, o Brasileiro voltou com os macios e Ricciardo com os médios. Na 16 foram as vezes de Rosberg e Bottas, o Alemão foi de médios e o Finlandês de macios, e na volta seguinte foi a vez de Hamilton que voltou com os médios.

Na volta 20 Hamilton começou a descontar a diferença que tinha para Rosberg, a ultrapassagem era só questão de tempo, e ela veio volta 24 e a partir daí o Britânico abriu vantagem.

Mais atrás Alonso e Button protagonizaram uma das melhores disputas da corrida, os dois ficaram várias vezes lado a lado, levou a melhor o Espanhol que logo na sequência também passou Magnussen e ganhou a sexta posição.

Na última posição Vettel fez mais um pit-stop, voltou com os médio, Magnussen e Button também fizeram suas paradas.

Dessa vez a Williams inverteu as estratégias, Bottas parou primeiro que Massa na volta 31, agora com os médios, na 32 foi a vez de Ricciardo que também voltou de médios, e na seguinte foi a vez de Massa usar os médios. Massa perdeu a posição para o Australiano da RBR. Hamilton parou também na volta 33 e Rosberg na 34.

Agora era a vez de Rosberg descontar a diferença, mas Hamilton respondeu fazendo a volta mais rápida da corrida 1:42.127, Nico até que tentou mas não conseguiu mais ameaçar seu companheiro.

Enquanto na frente tudo já estava estabelecido, mais atrás ainda tinham algumas brigas, Vettel escalando o pelotão e conquistar a sétima posição, destaque mesmo para a briga de Vergne com Grosjean, o Francês da STR tentou forçar uma ultrapassagem encima de Grosjean, que ainda perdeu a posição para Maldonado que somou seu primeiro ponto no ano.

E com a vitória Hamilton abre 24 pontos de vantagem para Rosberg, Ricciardo segurou a terceira posição mesmo com Massa chegando no fim da corrida.

Veja o resultado da corrida Aqui.

Na estratégia Toyota faz dobradinha em Xangai.

Dupla do 8 está próxima do título.
Com uma estratégia diferente a Toyota fez a dobradinha nas 6 Horas de Xangai, os dois carros pararam logo nas primeiras voltas, assim evitando uma parada no fim da prova. O 8 era disparado o carro mais rápido da pista e foi o único a fazer uma volta na casa de 1:48 e agora está muito próximo do título.

A agora dupla Buemi/Davidson, que não contam mais com Lapierre venceram com 1:12.564 de vantagem para o outro carro da Toyota e fechando o pódio o Porsche 14 de Dumas/Jani/Lieb.

Buemi e Davidson tem 48 pontos de vantagem para o trio do Audi 1 Lotterer/Fassler/Treluyer. Na corrida do Bahrein basta a dupla da Toyota acabar a corrida para comemorar o título.

Ligier segue andando bem na LMP2.
O novo Ligier segue mostrando serviço e venceu na LMP2, o trio do 26 Pla/Rusinov/Canal não tiveram nenhuma dificuldades para vencer, na segunda posição o 30 de Dalziel/Gonzalez/Sharp da ESM Racing conseguem seu primeiro pódio no WEC, e na terceira posição o 27 da os Russos da SMP Racing de Zlobin/Minassian/Mediani.

Com os bons resultados do trio da G-Drive, Zlobin e Minassian já vem a liderança ameaçada, a diferença é de oito pontos.  

Porsche dá importante passo para o título de construtores.
Na GTE-PRO a Porsche fez dobradinha com o 92 de Pilet/Makowiecki com o 92 de Bergmeister/Lietz em segundo e a Ferrari 71 da AF Corse de Calado/Rigon fechando o pódio. O Aston Martin 97 que liderou uma boa parte da corrida teve um problema no motor e abandonou.

A dupla da AF Corse 51 que poderia conquistar o título nessa corrida acabou batendo no LMP2 da KCMG logo na primeira volta e acabou abandonando.

Aston Martin segue vencendo na GTE-AM.
A Aston Martin segue dominando na GTE-AM, a vitória ficou com o 98 de Lamy/Della Lana/Nygaard com o 95 de Stanaway/Poulsen/Heinemeier-Hansson com a Ferrari 90 da 8Stars de Roda/Ruberti/Cressoni fechando o pódio.


A próxima corrida do WEC vai ser no Bahrein no dia 15 de Novembro.

Veja o resultado da corrida Aqui. 

Opinião: Ericsson na Sauber em 2015.

sábado, 1 de novembro de 2014

Marcus Ericsson vai para a Sauber em 2015.

Ericsson troca a Caterham pela Sauber.
Marcus Ericsson de 24 anos será o novo piloto da Sauber para 2015, o Sueco levará um patrocínio entre R$ 45 e 60 milhões. Ainda não se sabe no lugar de quem o Sueco irá correr. A Sauber afirma que irá anunciar o segundo piloto em breve.

Ericsson afirma que este anuncio foi o seu presente de natal antecipado “Após uma semana muito turbulenta, este foi o melhor presente antecipado de Natal. A Sauber depositou a confiança em mim para 2015, e isso me deixa orgulhoso, principalmente porque é uma equipe muito conhecida no desenvolvimento de jovens pilotos. Vai ser um grande desafio. Vou dar o meu melhor para me desenvolver como piloto e ajudar a colocar a Sauber em uma posição acima, onde ela pertence.”

A chefe de equipe Monisha Kaltenborn comentou a contratação de Ericsson “Estamos muito contentes por anunciar essa cooperação. Conhecemos Marcus como um piloto muito motivado. Ele não teve uma temporada de estreia fácil na F1, contudo, se manteve calmo e melhorou continuamente, principalmente nas últimas corridas. Estamos convencidos de que a assinatura de Marcus pode dar ao time um novo ímpeto”.

Esta é uma das piores temporadas da história da Sauber desde que Peter Sauber voltou a equipe, a Sauber não tem pontos e está somente na frente da Caterham no mundial de construtores

Nessa temporada Ericsson ocupa a décimo oitavo lugar do campeonato e a melhor posição em corrida foi um décimo primeiro em Mônaco.

Rosberg voa em Austin e conquista a pole em Austin.

Mais uma pole para Rosberg na temporada.
Depois de não ter escrito sobre o GP da Rússia (Fiquei sem internet) voltamos a falar de Fórmula 1 aqui no Blog.

Como de praxe nessa temporada a Mercedes fez a primeira fila com Rosberg e Hamilton, mas o Alemão surpreendeu no treino, muitas vezes sendo muito superior ao seu companheiro de equipe, e com tudo que Rosberg mostrou hoje pode-se dizes que a diferença de 0.376 ficou até pouco.

Como normalmente acontece a Force Índia foi a primeira a sair e marcar tempo, Sergio Perez fez 1:39.804, logo depois a liderança passou para Magnussen, a liderança foi para Rosberg e depois Bottas superou o Alemão por 0.037 e tomou a ponta e depois foi a vez de Hamilton tomar a ponta.

Na sequência Rosberg fez 1:38.599 e 1:38.303 e superou Hamilton por 0.492.
Aí as equipes botaram os pneus macios e quem levou a melhor foi Hamilton 1:37.196. Bottas, Massa e Rosberg vieram na sequência.

Vettel fez o décimo sétimo tempo, mas lembrando que ele irá largar dos boxes por ter trocado a unidade de potência.

No Q2 todos os pilotos entraram já com os pneus macios e Rosberg anotou o primeiro tempo com 1:37.099, enquanto Hamilton fez 1:37.289, em terceiro Alonso, mas muito longe dos flechas de prata.

No meio do pelotão Magnussen fez o quarto tempo, e foi superado pelo seu companheiro na sequência. Lá na frente Massa fez o terceiro tempo, Bottas em quarto e Sutil surpreendendo em nono.

Rosberg voltava pra pista para melhorar sua marca 1:36.290 que foi o melhor tempo do fim de semana, enquanto Hamilton via dos boxes o passei do seu companheiro.

E no Q3 a primeira volta rápida foi de Ricciardo 1:38.130, Bottas assumiu a liderança sendo 1.2 mais rápido que o Australiano, Button fez o segundo o tempo, pouco depois foi superado por Massa.

Para variar Rosberg fez o primeiro tempo 1:36.282 quase dois décimos mais rápidos que Hamilton que tinha completado sua volta pouco depois.

Todos os pilotos voltaram para os boxes e colocaram os pneus macios novos, e quem melhorou sua marca? Rosberg fez 1:36.067 e confirmando a pole, Hamilton veio em segundo com 1:36.443, o Alemão foi incríveis 0.376 mais rápido que seu companheiro, e largando na terceira posição Bottas com 1:36.906   

Veja o resultado do treino Aqui.