quinta-feira, 31 de julho de 2014

Codemasters anuncia F1 2014.


Force Índia

Caterham

Sauber

Williams, sem o patrocínio da Martini
E o novo F1 2014 já tem data de lançamento 17 de Setembro na Europa e 21 do mesmo mês nos Estados Unidos o game vai ser lançado para Xbox 360, Playstation 3 e PC, sendo assim a nova geração de consoles ficou de fora.

Apesar do game ter ficado fora dos consoles da nova geração a produtora afirmou que trabalhava com duas frentes o F1 2014 para a antiga geração ela já desenvolvia o F1 2015 para a nova geração. De acordo com a Codemasters F1 2015 será lançado no início da temporada, diferentemente como aconteceu com os outros títulos em que sai no fim da temporada, F1 2015 também receberá atualizações online durante o ano.

A Codemasters também promete que este será o jogo mais acessível da franquia já que o game possui um sistema que avalia o desempenho do jogador, isso altera as configurações do jogo para se adaptar ao nível de habilidade do jogador.

Confira o trailer de F1 2014 

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Fifa 15 sem Brasileirão.

Brasileirão está fora do Fifa 15.
Seleção Brasileira estará licenciada em Fifa 15.
A EA Sports confirmou hoje que o campeonato Brasileiro estará fora do game FIFA 15, sendo assim o campeonato nem de forma genérica vai aparecer, e o pior, o grande rival de FIFA o PES 15 irá ter o campeonato Brasileiro totalmente licenciado. E logo que saiu a notícia o gerente de PES 15 aproveitou para dar uma alfinetada no jogo da EA dizendo “Os times Brasileiros estão legais em PES ;)”

Apesar da ausência do Brasileirão, a EA disse que “Apesar desta não ser uma boa notícia para muitos dos fãs, a companhia gostaria de destacar que a Seleção Brasileira foi mantida, bem como as estrelas brasileiras que jogam em grandes ligas em todo o mundo”.

Pra mim sinceramente não vai mudar muita coisa, já que eu nunca joguei o Brasileirão, até jogaria se a EA desce mais atenção para os times Brasileiros, basta você ver as aparências e as habilidades dos jogadores Brasileiros, até os uniformes dos goleiros dos 20 goleiros não eram licenciados, apesar que vai fazer falta no modo Manager onde eu sempre contratava alguns jogadores daqui, já que eles são jogadores relativamente baratos, então compensava bastante contratar atletas do Brasileirão, mas paciência.

[T1] The Stig Carreira 1 - #02.

Saiu o segundo vídeo da nossa saga, aproveitem. :)

terça-feira, 29 de julho de 2014

[T1] The Stig Carreira 1 - #01.

Comecei uma série no meu outro canal do Youtube, no qual eu vou "inventar" um modo carreira em que eu vou usar os meus dois jogos favoritos Rfactor e GTR2, o propósito desse canal é fazer alguns modos carreiras usando esses jogos, a moral é que eu pretendo fazer uma carreira de verdade correndo em várias categorias, e não ficar preso a um só jogo. Mais tarde também pretendo começar a fazer análise de games. Bom mas aproveitem. =)

domingo, 27 de julho de 2014

Pra quem Perdeu: Indianápolis (TUSCC)

De forma espetacular Ricciardo vence na Hungria.

Ricciardo conquista sua segunda vitória na F1.
E tivemos hoje na Hungria a última corrida antes das férias, vimos uma grande corrida decidida nas últimas voltas e vencida por Daniel Ricciardo, com a vitória o Australiano sobe para a terceira posição do campeonato. Já a vantagem que Rosberg tinha para Hamilton caiu de 14 para 11 pontos.

45 minutos antes de a corrida começar uma chuva forte caiu no circuito de Hungaroring, a chuva só parou 20 minutos antes da corrida, mesmo assim as equipes ficaram em dúvida com qual pneu usar. No fim todos optaram pelos pneus intermediários. Magnussen, Hamilton largaram dos pits, depois eles receberam a companhia de Kvyat que ficou com o carro parado na largada.

Na largada Nico Rosberg se manteve na liderança, já Sebastian Vettel perdeu a segunda posição para Valtteri Bottas e ainda viu Fernando Alonso o ultrapassar, e caindo para a quarta posição, porém Vettel deu o troco e ficou com a terceira posição. Um susto Hamilton escapou na curva 2 e deu um pequeno toque no muro.

Mas o toque não danificou a Mercedes de Hamilton, e foi fazendo várias ultrapassagens e na quarta volta já estava em 15°. Marcus Ericsson bateu na volta sete e o Safety-Car foi acionado e quase todos os pilotos foram para os boxes e grande parte botaram os pneus macios. Os Mexicanos Pérez e Gutiérrez protagonizaram uma interessante batalha na saída dos boxes, vantagem para Pérez.

Na volta 11 o Safety-Car era pra sair, mas aí Roman Grosjean bateu na mesma curva do que Ericsson, só que do outro lado, assim o carro de segurança se manteve por mais duas voltas.

Os pilotos da McLaren foram os únicos que permaneceram com os pneus intermediários e logo na relargada Button tomou a liderança de Ricciardo, Magnussen ultrapassou Rosberg pegou a quarta posição, Rosberg tentou recuperar a posição mas acabou sendo ultrapassado por Vergne. Na volta 15 Button fez seu pit-stop , Magnussen veio logo em seguida. Hulkenberg sofreu um toque de Pérez e abandonou, essa é a primeira vez no ano que Hulkenberg não pontua.

Mas na volta 23 Sérgio Pérez rodou na saída da última curva e bateu forte, novamente o Safety-Car foi acionado. Alguns pilotos foram para os boxes, Ricciardo e Alonso colocaram pneus macios, já a dupla da Williams foi de pneus médios, na parada Alonso tomou a liderança de Ricciardo. O Safety-Car saiu na volta 26 e o Espanhol da Ferrari começou a abrir vantagem e a fazer várias voltas rápidas.

Rosberg foi para os boxes, assim Hamilton foi para segundo, Vettel passou por um susto e quase bateu, o Alemão quase bateu no mesmo lugar de Pérez, só que ele conseguiu dar um 360° e voltou para a corrida. Alonso foi para o boxes e voltou em quinto. Aí foi a vez de Hamilton ir para os boxes e por os pneus médios, com a ida do Britânico para os boxes Ricciardo foi para a liderança.

Aí tivemos uma briga pela quarta posição entre Rosberg e Hamilton, e Rosberg no rádio reclamava para a equipe e pedia para que Hamilton o deixava passar mas Hamilton não deixava seu companheiro ultrapassar.

Na volta 55 Ricciardo foi fazer seu pit-stop e usar pneus macios, Alonso e Hamilton permaneceram na pista. Rosberg também botou os pneus macios e voltou atrás de Massa e Raikkonen, mas o Alemão não teve em problema de ultrapassar os dois e assumiu a quarta posição.

Com 10 voltas para o final Ricciardo chegou em Alonso e Hamilton, Ricciardo travou um duelo contra o Britânico da Mercedes e melhor para o piloto da Red Bull e ele foi a busca de Alonso e não demorou nada para Ricciaro conseguiu a ultrapassagem e abrir vantagem. Alonso conseguiu segurar a segunda posição e Hamilton com um terceiro lugar brilhante.

A Fórmula 1 agora entra de férias e só volta dia 24 de Agosto no circuito de Spa-Francorchmps na Bélgica.

Veja o resultado da corrida Aqui.

sábado, 26 de julho de 2014

Com Hamilton ficando no Q1, Rosberg faz a pole na Hungria.

Rosberg faz mais um pole, sua sexta no ano
E Rosberg faz mais uma pole, o piloto não foi incomodado em nenhum momento do treino, já que seu companheiro novamente teve problemas e vai largar em 20°, Vettel larga em segundo, na frente do seu companheiro e é somente a terceira vez no ano que o Alemão larga na frente de seu companheiro e Bottas larga em terceiro, mesmo com o carro não parecia ser muito favorável para a pista que não tem muitas retas. 

Logo no início do Q1, Maldonado teve problemas com sua Lotus e precisou estacionar um pouco antes dos boxes mas a surpresa fica por conta da Mercedes de Lewis Hamilton que estava na volta de aquecimento teve um vazamento de óleo e o carro pegou fogo, o resultado de tudo isso é que o Britânico vai largar em 20°.

Depois desses ocorridos Bottas liderava, mas logo depois veio Rosberg e tomou a ponta. Vergne botou os pneus macios e logo pegou a ponta com 1:24.941 e liderou o Q1.

Decepção fica por conta de Kimi Raikkonen, a Ferrari achou q sua volta era boa o suficiente e não mandou o Finlandês para a pista e acabou sendo surpreendido pela Marussia de Jules Bianchi que fez o 16° tempo já com o cronômetro já zerado. Sendo assim o campeão de 2007 ficou logo no Q1.

Sérgio Pérez e Nico Hulkenberg abriram o Q2, saindo de pneus macios e o Alemão da Force Índia fez o primeiro tempo, logo depois Kvyat liderou, depois foi a vez de Massa e Bottas liderarem. Mas aí veio Rosberg e acabou com a brincadeira e foi sete décimos mais rápido do que Bottas, depois Vettel e Ricciardo também superaram o Finlandês.

Nos minutos finais Felipe Massa voltou a pista, com ele foram diversos pilotos, mas nada de importante aconteceu, e assim acabou o Q2.

E uma garoa caiu no início do Q3, e sobrou para Kevin Magnussen que não conseguiu segurar a freada e bateu muito forte, Rosberg foi outro que quase bateu, mas conseguiu controlar o carro e só foi para a área de escape, mas devido ao acidente da McLaren a bandeira vermelha foi acionada.

No reinício já não chovia mais e os pilotos foram com pneus macios Bottas fez 1:24.259 e liderava com Alonso em segundo, porém veio Rosberg e anotou 1:23.236 e pegou a pole, Vettel ficou em segundo.

E na última tentativa de voltas tivemos um duelo entre Vettel e Rosberg, melhor para o Alemão da Mercedes que com o cronômetro zerado fez 1:22.715 com Vettel em segundo e Bottas em terceiro.

Confira o Grid
1) Nico Rosberg (Mercedes) 1m22s715
2) Sebastian Vettel (RBR-Renault) 1m23s201  +0s486
3) Valtteri Bottas (Williams) 1m23s354  +0s639
4) Daniel Ricciardo (RBR-Renault) 1m23s391  +0s676
5) Fernando Alonso (Ferrari) 1m23s909  +1s194
6) Felipe Massa (Williams) 1m24s223  +1s508
7) Jenson Button (McLaren)      1m24s294  +1s579
8) Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Renault) 1m24s720  +2s005
9) Nico Hulkenberg  (Force Índia) 1m24s775  +2s060
10) Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) 1m24s706 
11) Adrian Sutil (Sauber) 1m25s136 
12) Sergio Pérez (Force Índia)  1m25s211 
13) Esteban Gutiérrez (Sauber) 1m25s260 
14) Romain Grosjean (Lotus) 1m25s337 
15) Jules Bianchi (Marussia) 1m27s419 
16) Kimi Raikkonen (Ferrari) 1m26s792
17) Kamui Kobayashi (Caterham)  1m27s139
18) Max Chilton (Marussia) 1m27s819
19) Marcus Ericsson (Caterham)  1m28s643
20) Lewis Hamilton (Mercedes) Sem tempo
21) Pastor Maldonado (Lotus) Sem tempo

Pitlane:
Kevin Magnussen (McLaren) Sem tempo *
*Magnussen vai largar dos boxes porque trocou o câmbio e o chassi

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Action Express passeia e vence em Indianápolis.

E hoje na clássica pista de Indianápolis tivemos a vitória da dupla luso-brasileira da Action 
Express que conseguiu uma vitória muito tranquila com mais de 45 segundos de vantagem para a dupla da Ganassi Pruett/Karan, aliás Karan substituiu Memo Rojas que está com problemas na costas e foi vetado da corrida.

Porém o início da prova não foi nada tranquilo já que com menos de 45 minutos de provas já tínhamos três bandeiras amarelas, mas depois disso a corrida fluiu tranquilamente.

E por causa da ausência de bandeiras amarelas no restante da prova os pilotos precisaram parar no fim da prova para fazer um splash and dash, mas os carros 5 e 10 permaneceram na pista, Joao Barbosa só administrou até o fim da prova para vencer com a Ganassi 01 chegando em segundo e o 90 da Spirit of Daytona completando o pódio.  

Já na PC tivemos a vitória do 08 da RSR de Cumming/Hawksworth que ultrapassou Bruno Junqueira, seu companheiro de equipe nos minutos finais e Hawksworth logo na sua primeira corrida na TUSCC já consegue uma vitória, e completando o pódio o 54 da Core de Braun/Bennett.

Na GTLM tivemos a vitória do 93 da Viper de Wittmer/Bomarito, em segundo a Ferrari 62 de Fisichella/Kafer, o melhor resultado da Risi no ano, já que a IMSA fez um BoP onde o carro sofreu uma redução de 30 kg, fechando o pódio o Porsche 912 de Long/Christensen, os Corvettes que sofreram um aumento de 25 kg fecharam o top 5, e em nenhum momento os Vettes brigaram pela vitória, só se aproveitaram dos problemas dos outros carros, mas mesmo assim a dupla do 3 se mantem tranquila na liderança da classe.   

E na GTD a vitória ficou com a Ferrari 63 de Balzan/Westphal, a dupla ganhou a corrida na estratégia já que pararam na bandeira amarela e fizeram um pit-stop a menos do que as outras equipes, na segunda posição com a mesma estratégia dos vencedores ficou o Audi 48 de Haase/B. Miller e na terceira posição o Viper 33 de Bleekemolen/Keating. Os líderes do campeonato Bell/Sweedler da AIM acabaram na quinta posição.

A próxima corrida da United SportsCar será dia 24 de Agosto na Virginia.

Veja os resultados da corrida Aqui.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Na DTM Zandvoort retorna e substitui etapa Chinesa.

Largada da corrida em Zandvoort ano passado, vencida por Augusto Farfus.
E a nona etapa da DTM que será realizada dia 28/09 será realizada em Zandvoort na Holanda, inicialmente a corrida seria em Guangzhou na China, porém a etapa foi cancelada devido ao atraso na reforma da pista. Mesmo com a mudança a data permanece a mesma.

O presidente da ITR (Organizadora da DTM) Hans Werner Aufrecht disse “Temos que ser capazes de garantir o padrão DTM quando se trata de corridas em países estrangeiros.”. “Isso se aplica aos aspectos de segurança ao redor do circuito, paddocks e as instalações de garagens e arquibancadas.”. Mesmo com o cancelamento da etapa Chinesa Hans Aufrecht que os organizadores da DTM não vão desistir de voltar para o país mais populoso do mundo.

O vencedor de Zandvoort ano passado foi o Brasileiro Augusto Farfus, a etapa Holandesa de 2013 também foi onde Mike Rockenfeller confirmou seu primeiro título. 

Confira uma volta onboard em Zandvoort com o Brasileiro Augusto Farfus

domingo, 20 de julho de 2014

Rosberg vence fácil e Hamilton dá show em Hockenheim.

Rosberg vence fácil, mas quem brilhou foi Hamilton.
Se em Silverstone Hamilton venceu, hoje foi a vez de Rosberg ganhar em casa, o Alemão venceu com autoridade e não foi incomodado em nenhum momento da prova, porém quem roubou a cena foi seu companheiro que largou em 20° e chegou em 3°, e Felipe Massa novamente tendo azar.

Rosberg conseguiu manter a ponta na largada e Bottas também largou bem, porém na briga pela terceira posição Magnussen tocou em Massa e o Brasileiro capotou, nada aconteceu com o Brasileiro, quem quase se envolveu no acidente foi Ricciardo que acabou indo para fora da pista e voltou em 14°. O Safety-Car foi para a pista e não demorou e a corrida recomeçou três voltas depois.

E quem começava a aparecer na corrida era Lewis Hamilton que começava a escalar o pelotão e na décima volta já estava brigando pela oitava posição e numa só manobra ultrapassou Ricciardo e Raikkonen, ainda sobrou um toque para o campeão de 2008.

Na volta 12 Fernando Alonso que estava em quarto foi fazer seu pit-stop, na 14 foi a vez de Vettel  e na 15 a vez de Rosberg, todos eles botaram o pneu macio. A essas alturas Hamilton seguia dando show e já estava em segundo depois da rodada de pit-stops, porém o Britânico não se manteve muito tempo e logo foi ultrapassado por Bottas.

E somente na volta 26 Hamilton fez seu pit-stop e colocou novamente os pneus macios e voltou em oitavo, mas para tentar chegar em Rosberg o Britânico logo ultrapassou Ricciardo e assumiu a sétima posição e Hamilton chegou rápido em Button e na ânsia de passar os dois se tocaram e a asa de Hamilton ficou bem danificada mas Lewis conseguiu a ultrapassagem o próximo na lista era Hulkenberg que também foi superado pelo piloto da Mercedes e Hamilton já estava em quinto.

E outra rodada de pit-stops e na volta 41 Bottas fez sua parada, na volta seguinte Rosberg parou, ambos colocaram pneus macios. Pouco tempo depois foi a vez de Hamilton que estava em segundo fazer sua parada, o Britânico colocou pneus super macios e voltou em quinto com os pneus vermelhos o Britânico era disparado o mais rápido na pista e logo passou Alonso.

Pausa nas disputas e um susto na volta 46 a Toro Rosso de Daniil Kvyat teve um vazamento de óleo e pegou fogo e o Russo teve que sair correndo do carro, porém não precisou de safety car e só tivemos bandeira amarela no setor.

E começou a última rodada de pit-stops a Ferrari chamou Fernando Alonso e botou os pneus super macios e voltou em sétimo atrás de Ricciardo e Button e o bicampeão passou os dois e assumiu a quinta posição.
Com o fim da corrida tivemos duas grandes brigas: Alonso e Ricciardo pela quinta posição, Bottas e Hamilton na briga da segunda posição. Depois de várias tentativas o Espanhol conseguiu a ultrapassagem e abriu vantagem enquanto Hamilton tentou, tentou e não conseguiu superar Bottas.

Nico Rosberg vence com mais de 20 segundos de vantagem, Bottas em segundo e seu terceiro pódio seguido na F1 e Hamilton depois de um recuperação impressionante fica com o terceiro lugar.


Confira o resultado da corrida AQUI.

Pra quem Perdeu: 3h de Spielberg (ELMS)

sábado, 19 de julho de 2014

Onboards GTR2/F1C/Rf

Rosberg fatura a pole em Hockenheim

Rosberg faz sua quinta pole nesse ano.
Hoje tivemos um treino atípico em Hockenheim, já que não tivemos Lewis Hamilton na briga pela pole já que o Britânico sofreu um forte acidente no Q1, assim Nico Rosberg teve caminho livre, Valtteri Bottas, Felipe Massa, Daniel Ricciardo e Kevin Magnussen fecham o top 5. 

Button abriu os serviços e fez a primeira volta rápida do treino com 1:20.264, depois Magnussen fez 1:19.379, mas logo veio Lewis Hamilton e tomou a liderança anotando 1:18.683 ainda com pneus macios.
Mas aí Hamilton teve um problema de freios na curva 11 e bateu forte assim foi acionada a bandeira vermelha faltando 7min21seg, porém foi uma paralização rápida.

Na volta Rosberg saiu logo com os pneus super macios e não teve dificuldades em anotar 1:17.631 e ficar com o primeiro tempo. Logo depois vários pilotos botaram os pneus super macios e quem chegou perto do tempo de Rosberg foi Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel.  

No Q2 Massa começou fazendo a volta mais rápida 1:17.790, mas logo na sequência Bottas faz 1:17.353 e assumiu a ponta, mas durou pouco tempo e lá foi Rosberg anotando 1:17.353 e assumindo a liderança, Bottas ficou em segundo e Vettel em terceiro.  

Com Hamilton fora do Q2 ele vai largar em 15°, porém ganhou a posição de Gutiérrez que foi punido, as surpresas foram as eliminações de Kimi Raikkonen e Jenson Button, ambos foram superados facilmente por seus companheiros de equipe.   

E no Q3 Rosberg fez um grande tempo 1:16.540, Bottas e Massa viam logo atrás, Vettel e Magnussen fechavam o top 5. Depois todos os pilotos foram para os boxes colocar pneus novos. Bottas vinha fazendo uma grande volta fez 1:16.759 mas não conseguiu superar o tempo de Rosberg, ficando apenas a 0.219 do Alemão, Felipe Massa larga em terceiro mostrando a força da Williams nessa temporada. Magnussen consegue um ótimo quarto lugar, seria uma reação da McLaren? E Ricciardo larga em quinto, ficando novamente na frente de Vettel.

Confira o Grid
1) Nico Rosberg (Mercedes) 1m16s540           
2) Valtteri Bottas (Williams) 1m16s759 +0s219  
3) Felipe Massa (Williams)   1m17s078 +0s538  
4) Kevin Magnussen (McLaren) 1m17s214 +0s674  
5) Daniel Ricciardo (Red Bull) 1m17s273 +0s733  
6) Sebastian Vettel (Red Bull) 1m17s577 +1s037  
7) Fernando Alonso (Ferrari) 1m17s649 +1s109  
8) Daniil Kvyat (Toro Rosso) 1m17s965 +1s425  
9) Nico Hulkenberg (Force Índia) 1m18s014  +1s474  
10) Sergio Pérez (Force Índia) 1m18s035  +1s495  
11) Jenson Button (McLaren) 1m18s193  
12) Kimi Raikkonen (Ferrari) 1m18s273  
13) Jean-Eric Vergne (Toro Rosso) 1m18s285  
14) Romain Grosjean(Lotus) 1m18s983 
15) Lewis Hamilton (Mercedes) Sem tempo 
16) Adrian Sutil (Sauber) 1m19s142  
17) Esteban Gutiérrez (Sauber) 1m18s787*  
18) Jules Bianchi (Marussia) 1m19s676  
19) Pastor Maldonado (Lotus) 1m20s195 
20) Kamui Kobayashi (Caterham) 1m20s408 
21) Max Chilton (Marussia) 1m20s489  
22) Marcus Ericsson (Caterham) Sem tempo

Gutiérrez perde três posições por ter provocado um acidente com pastor Maldonado em Silverstone.

domingo, 13 de julho de 2014

OAK Racing vence no Canadá.

E hoje tivemos uma vitória de um LMP2, a primeira da OAK e a segunda de um LMP2 na TUSCC. A OAK que bateu na trave em Watkins Glen quando a IMSA decidiu novamente ajudar os DP, mas hoje tudo deu certo para a equipe Francesa.

Na largada Yacamán manteve a liderança, Valiante e Fittipaldi ganharam a posição de Scott Sharp, logo depois Fittipaldi ganhou a posição de Valiante, porém o pneu do Brasileiro furou e ele perdeu uma volta. Outro que teve problemas foi o 10 da WTR, Ricky Taylor foi na grama e precisou fazer um pit-stop para limpar a entrada de ar que estava toda coberta de grama.

Yacamán seguia tranquilo na liderança, mesmo quando Olivier Pla assumiu o carro manteve o ritmo e venceu com uma boa vantagem de 7.886 para o 90 da Spirit of Daytona de Valiante/Westbrook e fechando o pódio o 10 da Wayne Taylor Racing de Jordan Taylor/Ricky Taylor.

Na quarta posição o carro da Action Express e destaque para o quinto lugar da Michael Shank do Brasileiro Oswaldo Negri e John Pew, mesmo em quinto o carro chegou duas voltas atrás do carro da OAK, os outros dois LMP2 da Extreme Speed tiveram problemas e abandonaram.

Na GTLM quem venceu foi o Corvette 3 de Magnussen/García, essa é a terceira vitória seguida da dupla e depois dobradinha da Viper com o 93 e 91. Um detalhe com 1:50 Kuno Witmer estava liderando e acabou indo para a grama e perdendo a liderança para o Corvette 3 que só administrou a vantagem.

Na GTD a vitória foi do Viper 33 de Bleekemolen/Keating, num final espetacular onde Bleekemolen ultrapassou o Porsche 73 da Park Place de Kevin Estre na penúltima volta, e chegando o pódio o 94 da Turner de Cameron/Paltalla

A próxima etapa da United Sports Car será no dia 25 de Julho em Indianapolis.

Veja o resultado da prova Aqui.

Pra quem Perdeu: Moscou (DTM)

Martin vence sua primeira na DTM em Moscou.

Martin vence sua primeira corrida na DTM.
E o Belga Maxime Martin venceu em Moscou a sua primeira vitória na DTM, o Belga de 28 anos venceu de ponta a ponta, só uma curiosidade era a primeira vez de Martin na pista, então ótimo desempenho do Belga, pole e vitória.

Os três primeiros largaram bem e se mantiveram. Destaque para Ekstrom que largou em décimo primeiro e na volta três já estava em sexto. Farfus e Rockenfeller que largaram de pneus duro perderam bastante posições nas primeiras voltas.

Na volta 6 Jamie Green e Paul di Resta na volta 9 abandonaram

Na volta 16 Nico Muller que estava em quinto fez seu pit-stop, foi o primeiro da corrida. Na volta 18 Wittmann fez sua parada, estava em sexto e voltou em décimo terceiro. Na volta vinte e dois foi a vez de Ekstrom que estava em quinto junto com Ekstrom parou Wehrlein,  Na volta 23 foi a vez do líder Martin, junto veio Spengler, Glock, Vietoris.

Na volta 23 Timo Scheider teve problemas e abandonou, o Alemão não conseguiu levar o carro para os boxes e estacionou na pista, sendo assim veio o primeiro safety- car da corrida. Não demorou muito e na volta vinte e seis já tivemos a relargada. E logo na relargada Tambay perdeu o controle do carro e rodou, Rockenfeller acabou batendo Francês e ambos abandonaram. Com isso tivemos outro safety-car, a relargada foi na volta trinta e três. Farfus que estava em quinto e com pneus duros fez seu pit-stop, junto veio Molina, Da Costa e Juncadella, a briga nos boxes era entre Farfus e Molina e o Brasileiro se deu melhor e voltou na frente do Espanhol.

Enquanto isso os quatro primeiros andavam juntos Farfus e Molina com pneus macios novos andavam muito rápido e começavam a descontar em cima de Tomczyk que era o décimo e estava com os pneus duros e na volta quarenta ambos ultrapassaram Tomczyk, depois era a vez de Mortara ser pressionado Farfus tentava a ultrapassagem em Mortara,  Molina tentou passar o Brasileiro, e o Espanhol acabou tocando no Brasileiro, quem aproveitou foi Da Costa que ultrapassou o Espanhol.

Nos três minutos finais briga pela terceira posição que era de Glock, Ekstrom e Wittmann ultrapassaram Timo Glock, pouco depois Nico Muller também ultrapassa Glock e ganha a quinta posição.
Martin vence a sua primeira na DTM, Spengler em segundo e Ekstrom segurou o pódio, a diferença entre o Sueco e Wittmann foi somente de UM milésimo, sim apenas um milésimo.

Com a vitória Martin ocupa a 6° posição do campeonato com 33 pontos. A liderança do campeonato segue sendo de Marco Wittmann com 70 pontos, em 2° vem o Sueco Mattias Ekstrom com 50 pontos e a 3° posição é do Canadense Bruno Spengler.

A próxima etapa da DTM será no dia 3 de Agosto em Spielberg na Áustria.

Veja os resultados da corrida Aqui.

sábado, 12 de julho de 2014

Martin surpreende e conquista a pole em Moscou.

E o piloto Belga Maxime Martin surpreendeu hoje ao conquistar a pole em Moscou, essa é a primeira pole do Belga na categoria, Martin que sempre foi conhecido por disputar campeonatos de Endurance e nesse ano migrou para os carros de turismo.

Martin anotou 1:28.619, em segundo vem o Canadense Bruno Spengler com 1:28.638 e o Suíço Nico Müller com seu Audi também surpreendeu com a terceira posição o Suíço fez 1:28.714. O líder do campeonato Marco Wittmann segue sendo consistente e larga em sétimo, Edoardo Mortara que é o vice líder larga em oitavo e o terceiro colocado Mattias Ekstrom larga em décimo primeiro.

O Brasileiro Augusto Farfus vai largar em 6°, o Brasileiro fez 1:28.760. Veremos se a sorte está com o Brasileiro já que ele está fazendo um campeonato bem discreto ocupando a décima primeira posição com 14 pontos.  

E as Mercedes voltaram a realidade, após a vitória de Wickens em Norsring a Mercedes voltou ao seu lugar, nenhum carro largando no top 10. O melhor Mercedes é do próprio Robert Wickens, largando apenas em 14°. O piloto da casa Vitaly Petrov pela primeira vez correndo na Rússia foi novamente muito mal e larga em 23° e último, o Russo amarga a última posição do campeonato, seu melhor resultado até agora foram três 17° lugares nas três primeiras corridas do ano.

A corrida começa as 8:30 e tem transmissão do Band Sports.

Veja o resultado do treino Aqui.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

No retorno dos testes da FE Buemi lidera.

Devido a falta de tempo não pude escrever ontem sobre os treinos da Fórmula E. Amanhã eu posto sobre o treino que ocorreu hoje.

E quem liderou novamente foi o Suiço Sebastian Buemi, o piloto da Toyota no Mundial de Endurance liderou 3 de 4 dias. O Suiço fez 1:31.083, tempo melhor que Lucas di Grassi tinha feito no último dia de testes na semana passada o Brasileiro tinha feito 1:31.973

Quem apareceu na China Racing dessa vez foi o Argentino Juan Manuel Lopez ficou com o 15° tempo. Fabio Leimer permaneceu testando no lugar de Felix da Costa e o suíço foi mal além de ficar em último, ficou com um tempo muito acima do tempo de Buemi.

O outro Brasileiro Bruno Senna foi mais discreto dessa vez com o 10° tempo.

Buemi disse “Foi um dia muito bom hoje. Nesta manhã os concentramos na simulação de corrida, colocamos o maior número de voltas e encontrar o melhor equilíbrio com a temperatura de pneus e as baterias. No período da tarde seguimos na simulação de corrida. Crédito novamente para a equipe que pode me dar um carro bom e a confiança para nos empurrar, agora vamos ver o que podemos melhorar.”

Di Grassi foi outro que falou após os treinos “Estamos fazendo um bom progresso em todos os testes. Entendemos o carro um pouco melhor, mas é um pouco difícil fazermos um monte de trabalho em Donington se compararmos com o circuitos que correremos a temporada. A coisa mais importante para se aprender é sobre as baterias e pressão do motor e pneus  

Confira os tempos
1. Sebastien Buemi, e.dams-Renault, 1:31.083s
2. Lucas di Grassi, Audi Sport ABT, 1:31.282s
3. Jerome d’Ambrosio, China Racing, 1:31.651s
4. Scott Speed, Andretti Autosport, 1:31.810s
5. Sam Bird, Virgin Racing, 1:31.895s
6. Daniel Abt, Audi Sport ABT, 1:32.080s
7. Nicolas Prost, e.dams-Renault, 1:32.124s
8. Nick Heidfeld, Venturi, 1:32.126s
9. Jarno Trulli, Trulli, 1:32.479s
10. Bruno Senna, Mahindra Racing, 1:32.506s
11. Franck Montagny, Andretti Autosport, 1:32.512s
12. Jaime Alguersuari, Virgin Racing, 1:32.583s
13. Karun Chandhok, Mahindra Racing, 1:33.019s
14. Oriol Servia, Dragon Racing, 1:33.083s
15. Juan Manuel Lopez, China Racing, 1:33.425s
16. Michela Cerruti, Trulli, 1:33.544s
17. Mike Conway, Dragon Racing, 1:33.692s
18. Katherine Legge, Amlin Aguri, 1:33.778s
19. Fabio Leimer, Amlin Aguri, 1:38.988s

domingo, 6 de julho de 2014

Correndo em casa Hamilton vence em Silverstone.

Lewis Hamilton conquista sua 2° vitória em casa.
E Lewis Hamilton vence em Silverstone, essa é a segunda vitória do piloto Inglês correndo em casa, Hamilton se aproveitou dos problemas de câmbio e do abandono de Rosberg. Destaques também para Valtteri Bottas que largou em 14° e chegou em 2° e conquistou o seu segundo pódio seguido e Daniel Ricciardo em 3° e chegando novamente na frente de Vettel.

Rosberg manteve a liderança na largada, enquanto Sebastian Vettel largou muito mal e caiu para a 5° posição, Hamilton que largou em 6° chegou a tocar em Vettel na hora de ultrapassar Vettel. Ainda na primeira volta Kimi Raikkonen que largava em 18° bateu violentamente, o Finlandês escapou da pista e na hora de voltar priscou a grama, bateu no guard-rail e parou no meio na pista, Felipe Massa tentou evitar o acidente mas não conseguiu, Massa além de ter tido um problema na largada e ter caído pra último precisou abandonou a corrida.  

Com o guard-rail muito danificado os comissários deram bandeira vermelha para reparos, sendo assim a corrida ficou paralisada quase uma hora, assim a corrida seria reiniciada com safety-car.

Na relargada Rosberg se manteve na ponta, com Button e Magnussen logo atrás, Hamilton não teve dificuldades e logo passou as duas McLaren. E quem começava aparecer na corrida era Fernando Alonso que já estava em 8°, mas aí o Espanhol acabou recebendo um stop and go por ter posicionado mal o carro na hora da largada, o Espanhol pode cumprir a punição na hora do seu pit-stop.

Na volta 11 Vettel fez seu pit-stop, mesmo estando com os pneus mais duros, na volta 16 foi a vez de Ricciardo, Lewis Hamilton começou a tirar a diferença para Rosberg, percebendo a aproximação do Britânico ele fez seu pit-stop na volta 19 e botou novamente os pneu macios. Na volta 25 foi a vez de Hamilton parar e optou pelos pneus duros, a diferença entre Rosberg e Hamilton era em torno de 5 segundos.

Só que na volta 29 a história da corrida mudou, Nico Rosberg teve problemas com o câmbio e precisou abandonar, liderança que caiu no colo de Hamilton, Bottas subiu para segundo e Vettel em 3°. O Finlandês fez seu pit-stop e voltou atrás de Vettel, mas pouco tempo depois Bottas recupera a posição. Vettel faz sua parada e volta em quarto, atrás de Button, com os pneus frios Vettel ainda perde uma posição para Fernando Alonso, o Alemão pressiona Alonso e consegue a ultrapassagem, mas na curva seguinte o Espanhol retoma a posição.

Com 40 segundos de vantagem Hamilton faz seu pit-stop e volta 20 segundos a frente de Bottas, o Finlandês tinha 10 segundos de vantagem para Ricciardo.

Mas a briga da corrida era entre Alonso e Vettel, os dois brigavam e quase se tocavam, e ambos reclamavam no rádio, uma hora Vettel reclamava que Alonso fechou ele, e Alonso reclamava que Vettel estava passando do limite da pista e pedia para que o Alemão fosse punido, a cinco voltas do fim Vettel entra na curva lado a lado com Alonso e finalmente consegue a ultrapassagem.

Hamilton vence com 30 segundos de vantagem para Bottas e Ricciardo fechou o pódio.

Confira o Resultado da GP Da Inglaterra
1) Lewis Hamilton (Mercedes  em 2h26m52s094
2) Valtteri Bottas (Williams) + 30s135
3) Daniel Ricciardo (Red Bull) + 46s495
4) Jenson Button (McLaren) + 47s390
5) Sebastian Vettel (Red Bull) + 53s864
6) Fernando Alonso (Ferrari) + 59s946
7) Kevin Magnussen (McLaren) + 1m02s563
8) Nico Hulkenberg (Force India) + 1m28s692
9) Daniil Kvyat (STR) + 1m29s340
10) Jean-Eric Vergne (STR) - 1 volta
11) Sergio Pérez (Force India) - 1 volta
12) Romain Grosjean (Lotus) - 1 volta
13) Adrian Sutil (Sauber) - 1 volta
14) Jules Bianchi (Marussia) - 1 volta
15) Kamui Kobayashi (Caterham) - 2 voltas
16) Max Chilton (Marussia) - 2 voltas
17) Pastor Maldonado (Lotus) - 3 voltas

Abandonaram
Nico Rosberg (Mercedes) 28 voltas
Marcus Ericsson (Caterham) 11 voltas
Esteban Gutiérrez (Sauber) 9 voltas
Felipe Massa (Williams) 1 volta
Kimi Raikkonen (Ferrari) 0 voltas

sábado, 5 de julho de 2014

Recordar é Viver (8).


Final espetacular na American Le Mans Series em 2009 na pista de Laguna Seca, uma incrível batalha nos últimos 6 minutos da corrida Jorg Bergmeister do Porsche da Flying Lizard e Jan Magnussen da Corvette, o detalhe? Era a briga pela liderança da classe GT2, na penultima volta Magnussen consegue uma grande ultrapassagem, na penúltima volta Bergmeister recupera a volta, porém o duelo fica mais quente na última volta quando Magnussen tenta ultrapassar a qualquer custo e... (Não vou dar spoiler, vai ter que ver o vídeo hahaha)

Em Silverstone Rosberg fica com a Pole.

Rosberg consegue sua 4° pole do ano.
Com um chove e não chove Nico Rosberg da Mercedes conquistou a pole para o GP de Silverstone, o piloto Alemão sobrou no fim do treino, Sebastian Vettel ficou em segundo e Jenson Button correndo em casa larga na terceira posição. Menção honrosa pra Jules Bianchi largando em 12°.  

O Q1 começa com uma pequena chuva e todos os pilotos foram com pneus intermediários. Porém no fim da sessão a chuva parou e os pilotos que já estavam de pneu de pista seca melhoraram muito seus tempos Rosberg, Kvyat e Hamilton foram os três primeiros. Destaque para a dupla da Marussia com Bianchi em 4° e Chilton em 6° e os dois carros passando para o Q2.

Quem vacilou feio foi a Williams e a Ferrari que demoraram em mandar os carros para pista sendo que no fim do treino começou a chover novamente, resultados os quatro carros fora do 
Q2, junto com a Caterham que não cumpriu a regra dos 107%.

No Q2 a chuva seguia em só algumas partes do circuito, os pilotos saíram com pneus intermediários, Vettel chegou a fazer a volta mais rápida, porém foi anulada porque Vettel excedeu os limites da pista. No fim do Q2 a chuva parou, os pilotos botaram os pneus de pista seca e as Mercedes sobraram, no fim ainda Gutiérrez bateu com sua Sauber. Destaque para Jules Bianchi com a 12° posição, que é melhor posição de largada da história da Marussia.

No Q3 os pilotos saíram com pneus slick, porém chovia em alguns trechos do circuito. Sérgio Perez fez o primeiro tempo, Hamilton logo tomou a ponta com 1:39.232, Rosberg em segundo com 1:39.426. O único piloto que ainda não tinha ido para a pista era Sebastian Vettel.

E no fim do treino as condições não eram boas e Sebastian Vettel na primeira parcial tinha passado 2s5 acima do tempo de Hamilton, só que com o cronômetro zerado a pista seca e Vettel desconta 3s5 e assume a liderança, Rosberg também estava em volta rápida fez 1:37.386 e toma a pole de Vettel com incríveis 4s6 de diferença e na 3° posição o surpreendente Jenson Button que conquistou a melhor posição de largada da McLaren essa temporada. Lewis Hamilton decepcionou e largará somente em 6°, o piloto estava em volta rápida porém tirou o pé, mais tarde o piloto assumiu o erro, já que era no terceiro setor que os pilotos ganhavam tempo.

Confira o Grid
1) Nico Rosberg (Mercedes)  1m35s766         
2) Sebastian Vettel (Red Bull) 1m37s386 +1s620 
3) Jenson Button (McLaren) 1m38s200 +2s434 
4) Nico Hulkenberg (Force India) 1m38s329 +2s563 
5) Kevin Magnussen (McLaren) 1m38s417 +2s651 
6) Lewis Hamilton (Mercedes) 1m39s232 +3s466 
7) Sergio Pérez (Force India) 1m40s457  +4s691 
8) Daniel Ricciardo (Red Bull) 1m40s606  +4s840 
9) Daniil Kvyat (STR-Renault) 1m40s707  +4s941 
10) Jean-Eric Vergne (STR) 1m40s855  +5s089 
11) Romain Grosjean (Lotus) 1m38s496  
12) Jules Bianchi (Marussia) 1m38s709 
13) Adrian Sutil  (Sauber) Sem tempo
14) Valtteri Bottas (Williams) 1m45s318  
15) Felipe Massa (Williams) 1m45s695  
16) Max Chilton (Marussia) 1m39s800* 
17) Fernando Alonso (Ferrari) 1m45s935 
18) Kimi Raikkonen (Ferrari) 1m46s684
19) Esteban Gutiérrez (Sauber) 1m40s912**
20) Pastor Maldonado (Lotus) 1m44s018***  
21) Marcus Ericsson (Caterham) 1m49s421
22) Kamui Kobayashi (Caterham) 1m49s625

*Chilton trocou o cambio e perdeu 5 posições 
**Gutiérrez perdeu 10 posições por ter sido liberado dos boxes de maneira perigosa do GP da Áustria
***Maldonado foi excluído por não ter o litro de combustível obrigatório após a classificação.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Pra quem Perdeu: Washington (GRC)

No 2° dia de testes da FE di Grassi lidera.

Brasileiro liderou o 2° dia de testes.
Hoje tivemos o 2° dia de testes em Donington Park da Fórmula E, o Brasileiro Lucas Di Grassi liderou, o Brasileiro fez 1:31.973, tempo muito melhor que Sebastien Buemi que havia anotado 1:35.475 ontem. Di Grassi testou os dois carros da equipe ABT, já que seu companheiro Daniel Abt está em Silverstone para correr na GP2.

Quem andou bem foi Scott Speed, o atual líder do Global Rallycross conseguiu um bom 4° lugar, no treino de ontem tinha ficado somente em 18°. Outro piloto que andou bem foi o Alemão Nick Heidfeld que hoje ficou em 3° após ter ficado em 15° ontem. Bruno Senna segue andando bem e novamente ficou no top 5, ficando na 5° posição

Após o treino Di Grassi disse “Foi a minha primeira vez dirigindo o carro com força máxima e estou muito feliz com o desempenho, com o Daniel competindo em Silverstone eu pude usar os dois carros. Tivemos poucos problemas e estou satisfeito com a forma que a equipe ABT funciona.”

Fabio Leimer, atual campeão da GP2 substituiu Antônio Felix da Costa na equipe Amlin Suzuki ficou na 12° posição disse “Tem sido interessante em me acostumar com o carro. Mas estamos avançando.”

Os treinos da Fórmula E dão uma pausa e voltam nos dias 9 e 10 de Julho.

Confira os tempos

1.  Lucas di Grassi, Audi Sport Abt, 1:31.973s
2.  Sebastien Buemi, e.dams-Renault, 1:32.089s
3.  Nick Heidfeld, Venturi, 1:32.373s
4.  Scott Speed, Andretti Autosport, 1:32.632s 
5.  Bruno Senna, Mahindra Racing, 1:32.960s
6.  Antonio Garcia, China Racing, 1:32.966s
7.  Nicolas Prost, e.dams-Renault, 1:33.040s
8.  Sam Bird, Virgin Racing, 1:33.072s
9.  Jerome d’Ambrosio, China Racing, 1:33.178s
10. Jarno Trulli, Trulli, 1:33.299s
11. Franck Montagny, Andretti Autosport, 1:33.754s
12. Fabio Leimer, Amlin Aguri, 1:33.792s
13. Stephane Sarrazin, Venturi, 1:34.006s
14. Katherine Legge, Amlin Aguri, 1:34.071s
15. Michela Cerruti, Trulli, 1:36.064s
16. Jaime Alguersuari, Virgin Racing, 1:36.962s
17. Karun Chandhok, Mahindra Racing, 1:37.415s
18. Oriol Servia, Dragon Racing, 1:43.239s
19. Mike Conway, Dragon Racing, 1:44.698s

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Buemi lidera 1° dia de testes da FE.

Suíço foi mais rápido no 1° dia de testes. 
E hoje começou o primeiro dos cinco dias de testes em Donington Park, e quem liderou foi o Suiço Sebastian Buemi, o ex Toro Rosso e atual piloto da Toyota no WEC fez 1:35.475.

Em Julho foi realizado um shakedown em Donington com clima chuvoso e o teste dessa vez foi na pista seca, hoje os piloto tiveram uma ótima chance para andar e conhecer mais sobre o Spark-Renault SRT_01E.

Os Brasileiros andaram bem Lucas di Grassi da ABT foi o 2°, Bruno Senna da Mahindra foi o 4° e Gil de Ferran foi convidado, testou pela Andretti e ficou na 17° posição.

Já as mulheres não foram bem a Britânica Katherine Legge foi a 19° e a Italiana Michela Cerruti não completou nenhuma volta devido a problemas técnicos.

Após os testes Buemi disse “Para ser honesto estou muito feliz, não tive nenhum problema com o carro, é sempre bom ser P1, vamos esperar amanhã e ver se continuamos assim amanhã.”

Sarrazin que fechou o top 5 falou “Tive experiência com carros elétricos com tecnologia híbrida no passado, mas isso é totalmente novo. A sensação dentro do carro é ótima e é muito divertido de conduzi-lo.”  

O Brasileiro Gil de Ferran que testou pela Andretti é um dos embaixadores do campeonato declarou “Desde que o campeonato foi anunciado eu fiquei curioso como seria a condução do carro

O campeonato será disputado em 10 corridas, todas elas em circuitos de rua. 9 etapas já estão confirmadas, são elas: Pequim (China), Putrajaya (Malásia),  Punta del Este (Uruguai), Buenos Aires (Argentina), Miami e Long Beach (USA), Monte Carlo (Mônaco), Berlin (Alemanha) e Londres (Inglaterra).

Confira os Tempos
1)  Sebastien Buemi - e.dams - 1m35s475s
2)  Lucas di Grassi - Abt - 1m36s012
3)  Sam Bird - Virgin - 1m36s370
4)  Bruno Senna - Mahindra - 1m36s385
5)  Stephane Sarrazin - Venturi -1m36s698
6)  Nicolas Prost - e.dams - 1m36s707
7)  Jarno Trulli - Trulli - 1m36s969
8)  Daniel Abt - Abt - 1m37s212
9)  Jaime Alguersuari - Virgin - 1m37s445
10)  Karun Chandhok - Mahindra - 1m37s532
11)  Franck Montagny - Andretti - 1m38s062
12)  Antonio Felix da Costa - Aguri - 1m38s079
13)  Jerome d'Ambrosio - China     1m38s086
14)  Antonio Garcia - China - 1m38s204
15)  Nick Heidfeld  - Venturi - 1m40s744
16)  Mike Conway - Dragon - 1m41s168
17)  Gil de Ferran - Andretti - 1m44s972
18)  Scott Speed - Andretti - 1m45s90
19)  Katherine Legge - Aguri - 1m48s296
20)  Michela Cerruti - Trulli - Sem tempo