domingo, 31 de agosto de 2014

[T1] The Stig Carreira 1 - #09.



OBS: Desconsiderem a montagem tosca. :P

Recordar é Viver (10).

McRae com Turner e Rydell

McRae conduzindo a Ferrari 550 em Le Mans.
Você sabia que Colin McRae, campeão do WRC em 1995 e um dos maiores pilotos de Rally de todos os tempos disputou as 24 Horas de Le Mans?  Mais precisamente em 2004 com uma Ferrari 550 Maranello da Prodrive (Simaquela mesma equipe que a Danica Patrick disputou algumas corridas nos EUA) na classe GTS. Seus companheiros foram o Britânico Darren Turner e o Sueco Rickard Rydell.

Em 2004 McRae não conseguiu uma vaga no WRC, foi substituído por Mikko Hirvonen e sem chance de disputar o mundial de Rally optou por correr em outros campeonatos, além de Le Mans disputou o Rally Dakar e também a Corrida dos Campeões junto com David Coulthard.

E na sua primeira e única aparição na principal corrida de Endurance do mundo McRae conseguiu um grande terceiro lugar (nono no geral), a Ferrari só foi superada pelos dois Corvettes C5-R. A corrida foi vencida pela Audi Sport Japan de Kristensen/Capello/Ara.

McRae ainda fez mais duas corridas no WRC em 2005 com um Škoda Fabia disputou os Rallys da Grã Bretanha (7° lugar) e Austrália (Abandono) e em 2006 disputou mais uma corrida o Rally da Turquia com um Citroën Xsara ele abandonou no último estágio por problemas mecânicos.

No dia 15 de Setembro de 2007 Colin McRae faleceu com 37 anos em um acidente de helicóptero na Escócia. 

Veja uma volta onboard com Colin McRae em Le Mans.


E aqui deixo um vídeo em homenagem a ele.

Opinião: O futuro de Hélio Castroneves.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Na última volta Risi conquista vitória na Virgínia.

Embalou? Risi conquista a segunda vitória da temporada.
E tivemos ontem mais uma etapa da United SportsCar, desta vez na pista da Virgínia, e tivemos um fim de corrida épico entre a Ferrari da Risi, o Porsche da Team Falken e a BMW RLL, quem sorriu por último foi Pierre Kaffer e Giancarlo Fisichella que conquistaram a segunda vitória da Ferrari nasta temporada e a segunda seguida. 

Na largada Kaffer conseguiu segurar a liderança, mas uma escapa na grama ainda na primeira volta obrigou a Risi a chamar o carro para os boxes e limpar a radiador, eles aproveitaram para reabastecer o carro, assim quando os outros carros paravam eles poderiam prosseguir na pista. E com as bandeiras amarelas a Ferrari começou a aparecer na corrida.

Mas uma bandeira amarela no fim embaralhou a disputa com o Porsche da Falken em primeiro na relargada, mas eles não contagem com uma pilotagem agressiva de Fisichella da Risi, que foi com tudo e nos últimos metros da volta final conseguiu fazer a ultrapassagem e ainda quase deu para a BMW 56 ultrapassar a Porsche. E os três carros cruzaram a linha de chegada com menos de um segundo de diferença.

Mas quem teve um dia para esquecer foi a Porsche North America, o 912 acabou em décimo nono no geral e oitavo na classe enquanto o 911 chegou a liderar no início, mas acabou batendo e ainda causando uma bandeira amarela na corrida.

Já a Turner venceu mais uma na GTD.
Na GTD a BMW da Turner de Cameron/Paltalla venceu mais uma corrida, a segunda seguida e a quarta na temporada. Na segunda posição chegou a Ferrari 63 de Balzan/Westphal e na terceira posição o Porsche da Dempsey Racing de Dempsey/Davis, foi o primeiro pódio da equipe do ator/piloto Patrick Dempsey na temporada.

O Aston Martin 007 que foi reconstruído após o acidente em Road América e que largou na pole chegou na décima segunda posição, o 007 sofreu um  toque no início da corrida, a partir daí a corrida ficou complicada e só foram caindo durante a corrida.

Confira o resultado da corrida Aqui.

domingo, 24 de agosto de 2014

Mercedes se tocam e Ricciardo vence na Bélgica.

Ricciardo consegue sua terceira vitória na temporada.
É treta, é treta, é isso o que podemos esperar nos próximos capítulos da novela entre Hamilton e Rosberg. Ricciardo venceu a corrida, mas não a dúvida que o grande assunto foi a disputa entre a dupla da Mercedes. Se quiserem saber a minha opinião veja o meu vídeo, e não percam que essa novala vai ser emocionante (Não segurei a piada)  

E logo na volta de aquecimento um susto, quando todos os carros saíram Alonso ficou parado no grid, assim os mecânicos precisaram ficar no grid e como os mecânicos ficaram mais tempo do que devia, assim o Espanhol acabou sendo punido (Só que cumpriu a punição na volta

Na largada Hamilton tomou a liderança de Rosberg e que já estava sendo pressionado por Vettel, só que Rosberg conseguiu se segurar. Mas na segunda volta veio o lance decisivo da corrida, Na Le Combes Rosberg ao tentar ultrapassar Hamilton acabou tocando em seu companheiro, Hamilton furou o pneu e Rosberg teve uma parte da asa danificada, Nico seguiu na pista enquanto Hamilton precisou ir para os boxes e cair para a última posição.

Na volta 6 Ricciardo ultrapassou Vettel e ganhou a terceira posição. Na volta 8 Rosberg fez sua parada e colocou os pneus medios, sua parada foi bem lenta por que precisou trocar o bico, Raikkonen parou junto com Rosberg e voltou a frente do Alemão com os pneus macios. 
Na volta 12 foi a vez de Ricciardo parar, botou os pneus macios e voltou em quarto.

E o Australiano da RBR, era o piloto mais rápido da pista, fazendo várias voltas rápidas, com os outros pilotos parando Ricciardo liderava a corrida.

Na volta 20 Rosberg fez seu pit-stop, o Alemão reclamava de uma vibração no carro, e novamente botou os pneus medios, Raikkonen parou logo em seguida e assim como Rosberg, botou os pneus médios. Rosberg estava em 11° e logo ultrapassou Button, Raikkonen também ultrapassou Button, Rosberg já tinha ultrapassado Alonso e estava em segundo. Na volta 26 Alonso fez seu pit-stop e voltou em nono.

Ricciardo estava tranquilo na frente, mas preocupado se Rosberg pudesse chegar o Australiano fez seu pit-stop na volta e colocou os pneus médios e voltou em segundo, na volta 35 Rosberg fez seu pit-stop, Vettel parou junto com Rosberg e ambos botaram pneus macios.

Rosberg voltou entre Raikkonen e Bottas. Bottas tentou a ultrapassagem em cima de Rosberg, até conseguiu ultrapassar, mas Nico devolveu a ultrapassagem e logo depois partiu para cima de Raikkonen, na volta seguinte conseguiu a ultrapassagem.

Faltando 5 voltas para o fim e depois de 4 pit-stops Hamilton abandonou a corrida, o Britânico ficou praticamente a corrida inteira na décima sexta posição. Ricciardo tinha cerca de 8 segundos de vantagem para Rosberg, na briga pelo pódio Bottas superou Raikkonen, de forma fácil até.

No fim o que se viu foi uma bela disputa entre Alonso, Magnussen, Button e Vettel, na disputa pela quinta posição, Alonso tentou ultrapassar Magnussen, mas o Dinamarquês fechou a porta e Alonso reclamou, mas nessa briga quem levou a quinta posição foi Vettel. Depois que Alonso o Espanhol sumiu da disputa e não conseguiu acompanhar o ritmo. E no fim da corrida Magnussen foi punido com 20 segundos e caiu para décimo segundo.


Com a vitória Ricciardo está na terceira posição com 156 pontos, com a segunda posição de hoje  Rosberg soma 220 pontos, Hamilton está com 29 pontos de desvantagem.

A Fórmula 1 volta daqui a duas semanas para o GP de Monza.

Confira o resultado da corrida Aqui.            

Opinião: Acabou a paz na Mercedes.

Opinião: Alonso e Raikkonen renovam com a Ferrari para 2015.

Estou com um segundo canal no Youtube, neste novo canal vou postar minhas opiniões sobre as principais categorias do automobilismo. Como vocês sabem eu não gosto de postar a minha opinião nos posts das corridas, por isso fiz esse canal, deem uma olhada lá e se inscreva, valeu :)

Oliveira vence em Motegi e assume a liderança da Super Fórmula.

Brasileiro vence em Motegi e agora tem um ponto de vantagem para Nakajima.
Depois de muito tempo volto a escrever sobre a Super Fórmula, não era porque eu não queria, eu simplesmente não achava um streming, todos que eu achava estavam fora do ar, pois é. Mas hoje consegui achar, então quer dizer que vou falar da corrida. \o/

JP de Oliveira largou muito bem e se manteve na ponta, já Nogiri perdeu a segunda posição para Ishiura, já Duval não largou muito bem e de terceiro caiu para sexto, mas pouco depois conseguiu ultrapassar Caldarelli e ganhou a quinta posição.

Enquanto o Brasileiro estava tranquilo lá na frente tínhamos uma briga interessante pela nona posição entre Kunimoto e Karthikeyan, o Indiano ex Fórmula 1 chegou a fazer ultrapassagem só que o carro deu uma traseirada violenta e Kunimoto conseguiu recuperar o nono posto.

Na volta 13 os primeiros pit-stops Duval, Kunimoto e Karthikeyan, na volta seguinte foi a vez de Kazuki Nakajima. Apesar de Nakajima ter voltado a frente Duval o Francês aproveitou os pneus mais aquecidos e ultrapassou o Japonês da Petronas.

Na volta 21 Nojiri que estava em terceiro fez seu pit-stop, porém na hora de liberar o carro, o mesmo não ligou e o tempo da parada deve ter ficado na casa dos 45 segundos. Na volta 24 foi a vez de Caldarelli parar. Na volta 32 finalmente Oliveira fez seu pit-stop. Ishiura permaneceu na pista e liderava, porém a liderança durou duas voltas e Ishiura foi fazer sua parada e voltou em terceiro, atrás de Oliveira e Daisuke Nakajima.

E a surpresa, na volta 36 começa a chover. Na volta 39 Daisuke que estava em segundo fez sua parada, e botou o pneu para pista seca, porém na hora de liberar o carro ele morreu, assim caiu lá para trás. Mas foi na volta 41 que o mundo desabou em Motegi, Oliveira escapou da pista, mas conseguiu levar o carro para os boxes e colocar os pneus de chuva.

Com a chuva castigando o circuito vários pilotos foram para fora da pista, com as condições ruins e muito spray o Safety Car entrou na volta 47 e assim foi até o fim da corrida.

E com a vitória Oliveira assume a liderança do campeonato com 23 pontos em segundo Kazuki Nakajima com 22 e Loic Duval com 20.5 pontos em terceiro.

A próxima corrida da Super Fórmula será no dia 14 de Setembro em Autopolis.  

Veja o resultado da corrida Aqui.

Melhores momentos da corrida

sábado, 23 de agosto de 2014

O retorno de Memo Gidley.

Quem não se lembra do gravíssimo acidente de Memo Gidley das 24 Horas de Daytona deste ano? O acidente foi em Janeiro, mas desde lá as informações eram poucas. Sou amigo do Memo no Facebook e ele tinha postado uma foto no dia 10 de Julho na qual ele estava totalmente diferente, de cabelos longos e de barba, e ainda usava uma proteção na coluna.

Porém a boa notícia é que hoje ele apareceu hoje nos treinos da Fórmula Indy em Sonoma, essa foi a primeira aparição dele após o acidente, e com uma aparência bem melhor e o mais importante feliz e sorridente, nas fotos no Facebook ele sempre estava sério.

Todos nós estamos torcendo para que Memo retorne logo as pistas.

Veja a entrevista de Memo em Sonoma

Reveja o acidente de Memo nas 24 Horas de Daytona

Na pista molhada Rosberg conquista a pole na Bélgica.

Novamente a primeira fila vai ser composta pela Mercedes.
Num treino com pista molhada quem prevaleceu foi Nico Rosberg que fez sua sétima pole no ano, Lewis Hamilton em segundo e Sebastian Vettel em terceiro, essa é a sétima pole e a quarta seguida do Alemão da Mercedes. O Brasileiro Felipe Massa vai largar na oitava posição.

E com a chuva que caiu antes do treino muitas equipes ficaram em dúvida com qual pneu sair, grande parte foi de intermediário. O primeiro bom tempo foi de Bottas 2:10.750. E não demorou muito para aparecer uma Mercedes, Lewis Hamilton fez 2:07.587, Rosberg era 0.205 mais lento que Hamilton e Vettel em terceiro.

Aí na curva 15 aparece uma Sauber parada, Esteban Gutiérrez teve problemas e estacionou o carro, bandeira amarela localizada, pouco tempo depois o carro já tinha sido retirado. Quem também estava tendo problemas era Andre Lotterer, o Alemão tinha tempo, só que estava fora da marca dos 107%, mas no final do treino ele fez 2:13.469 e ficou com o décimo primeiro tempo, a frente de Marcus Ericsson, seu companheiro de equipe.

Já no fim do Q1 Rosberg superou Hamilton com 2:07.130. Quem apareceu bem foi Jules Bianchi da Marussia, o Francês aparecia com a décima posição e a decepção ficou por conta de Nico Hulkenberg que vai largar em décimo oitavo.

No Q2 a chuva apareceu de novo, mais precisamente no primeiro setor, com medo que a chuva se espalhasse pela pista todos os pilotos foram para a pista. E Grosjean foi o primeiro a marcar tempo, mas logo Rosberg faz 2:08.108 e assumiu a ponta, Hamilton deu uma passeada fora da pista e Grosjean rodou na La Source.

Mas logo Hamilton fez o primeiro tempo com 2:07.089. E sem ninguém conseguindo ameaçar a Mercedes ficou por isso, Hamilton em primeiro, Rosberg em segundo e Alonso em terceiro.

Assim como no Q2 todos os piloto não excitaram e foram logo para a pista, Hamilton e Alonso chegaram a dar algumas escapadas, mas para surpresa o céu começou a abrir e a pista melhorar um pouco.

A prova disso foi o tempo de Rosberg 2:05.698 bem melhor do que o tempo do Q2, Vettel estava em segundo mas com um tempo bem mais alto, na casa dos 2:08, mas apareceu Hamilton com 2:06.395 e empurrou Vettel para terceiro.

Pilotos nos boxes para trocar os pneus para a tentativa final, no fim Rosberg e Hamilton travavam o duelo, ambos melhoraram seus tempos. Rosberg com 2:05.591, Hamilton com 2:05.819 e Sebastian Vettel com 2:07.717, incríveis 2.126 mais lento que Rosberg.

Confira o Grid         
1) Nico Rosberg (Mercedes)  2m05s591            
2) Lewis Hamilton (Mercedes) 2m05s819  +0s228s  
3) Sebastian Vettel (Red Bull) 2m07s717  +2s126  
4) Fernando Alonso (Ferrari) 2m07s786  +2s195  
5) Daniel Ricciardo (Red Bull) 2m07s911  +2s320  
6) Valtteri Bottas (Williams) 2m08s049  +2s458  
7) Kevin Magnussen (Laren) 2m08s679  +3s088  
8) Kimi Raikkonen (Ferrari) 2m08s780  +3s189  
9) Felipe Massa (Williams) 2m09s178  +3s587  
10) Jenson Button (McLaren) 2m09s776  +4s185
11) Daniil Kvyat (Toro Rosso)  2m09s377
12) Jean-Éric Vergne (Toro Rosso) 2m09s805 
13) Sergio Pérez (Force India) 2m10s084 
14) Adrian Sutil (Sauber) 2m10s238 
15) Romain Grosjean (Lotus) 2m11s087 
16) Jules Bianchi (Marussia) 2m12s470
17) Pastor Maldonado (Lotus) 2m11s261 
18) Nico Hulkenberg (Force India) 2m11s267 
19) Max Chilton (Marussia) 2m12s566
20) Esteban Gutiérrez (Sauber) 2m13s414
21) André Lotterer (Caterham) 2m13s469 
22) Marcus Ericsson (Caterham) 2m14s438

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

De novo? Marussia confirma Chilton no GP da Bélgica.

Chilton participou do 2° treino livre hoje em Spa.
E a felicidade de Alexander Rossi durou pouco, ontem o Americano tinha sido confirmado ontem pela Marussia e iria fazer sua primeira corrida na Fórmula 1 em Spa-Francorchamps. Porém hoje de manhã a equipe confirmou que Max Chilton vai participar da corrida.

Chilton havia sido substituído por Alexander Rossi, o Britânico teve problemas contratuais, a princípio foi um atraso de pagamento de um dos patrocinadores de Chilton, assim a Marussia tinha decidido vender o cockpit. E agora segue o tabu dos EUA não ter um piloto disputando a Fórmula 1.

“Na sequência de uma alteração de circunstâncias e com a aprovação dos comissários desportivos, Max Chilton será o piloto indicado para o decorrer do GP da Bélgica.” Comunicou a Marussia hoje à imprensa.

Ambos chegaram a um acordo durante a noite de quinta feira, assim a Marussia precisou pedir para a FIA para que permitissem o retorno do Britânico a equipe. Alex Rossi chegou a disputar o primeiro treino livre e ficou em vigésimo. Já Chilton no TL2 fez o décimo oitavo tempo. 

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

China Racing anuncia sua dupla de pilotos para a FE.

Nelsinho testando o carro da China Racing em Donington Park.
A única equipe da Fórmula E que não ainda tinha definido seus pilotos confirmou hoje. A China Racing anunciou o Brasileiro Nelson Piquet Jr e o Chinês Ho Ping-Tung e o Espanhol Antonio García será o piloto reserva.

Neste ano Nelsinho lidera o Global Rallycross, ainda compete na Blancpain Sprint Series e fez sua estréia na Nascar Sprint Cup semana passada em Watkins Glen. Empolgado com a chance de guiar na Fórmula E Nelsinho disse “Sempre gostei do desafio de pilotar os mais variados carros de fórmula, então estou bem empolgado por entrar na Fórmula E. É uma honra disputar sua temporada inaugural, porque é um conceito muito inovador no nosso esport. "A motivação de ajudar o Team China a se estabelecer na categoria é muito grande." Finalizou o Brasileiro.

Ho Ping-Tung atualmente compete na Asian Le Mans Series pela OAK Racing, ele também foi o primeiro Chinês a dirigir um F1 em 2003 pela Williams, além de ter sido piloto reserva da Renault em 2009 e da Lotus-Renault em 2011. O Chinês disse “É ótimo correr para a Team China, especialmente a primeira corrida do campeonato que vai ser nas ruas de Pequim. Eu testei o carro da Fórmula E a algum tempo e vai ser um desafio para se acostumar com os carros.”

A temporada da Fórmula E inicia dia 13 de Setembro em Pequim, na China.

Mais uma troca: Rossi substitui Chilton na Marussia.

Depois de 7 anos, o EUA volta a ter um piloto correndo na Fórmula 1.
E teremos mais uma estréia neste fim de semana, a Marussia anunciou hoje que o Americano Alexander Rossi irá estrear na Fórmula 1, ele irá substituir Max Chilton que está com problemas contratuais.

A última vez que um Americano correu na Fórmula 1 foi Scott Speed em 2007, ele disputou a temporada de completa em 2006 e mais dez corridas em 2007, quando foi dispensado por falta de bons resultados e acabou sendo substituído por Sebastian Vettel,

“Não temos a intenção de fazer com que Alexander dispute o restante desta temporada, mas estamos felizes por dar a ele a oportunidade de fazer sua estreia na Fórmula 1 no GP da Bélgica. Esperamos retomar a nossa escalação de pilotos titulares o mais rápido possível, mas por enquanto estamos ansiosos para ver Alexander em ação.” Disse John Booth chefe da Marussia.

Alex Rossi foi recém-contrato pela Marussia, ele estava na Caterham, porém a equipe Malaia sofreu uma grande reformulação e Rossi saiu da equipe. E no dia seguinte foi anunciado como piloto da Marussia.

“Estou muito feliz por poder correr na Fórmula 1 pela primeira vez e agradeço muito a confiança depositada pela Marussia em mim. Tenho pouco tempo para me preparar, mas será ótimo correr em um circuito histórico e tão tradicional como Spa-Francorchamps. Mal posso esperar para pilotar o MR03 a partir de amanhã, e espero recompensar a equipe com um fim de semana batente proveitoso” Comentou Rossi.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

André Lotterer substitui Kamui Kobayashi no GP da Bélgica.

Lotterer estréia na F1 neste fim de semana pela Caterham.
A Caterham divulgou hoje a contratação de André Lotterer, o Alemão de 32 anos irá substituir Kamui Kobayashi no GP da Bélgica.

A equipe Caterham tem passado por uma grande reformulação, a equipe foi comprada por Kolin Colles, a equipe também já dispensou mais 40 funcionários.  

Lotterer é tricampeão das 24 Horas de Le Mans, com vitórias em 2011, 2012 e 2014. Ainda venceu o mundial de Endurance em 2012, a Super Fórmula em 2011 e a Super GT em 2006. Ainda foi piloto de testes da Jaguar entre 2000 e 2002, sendo essa a última vez que guiou um Fórmula 1

O Alemão disse “Estou muito feliz em participar de um fim de semana de Fórmula 1 e quero agradecer a equipe por essa chance. Estou pronto para o desafio e ansioso para andar no carro e fazer o meu melhor.”

“Eu realmente adoro correr na pista lendária de Spa. É uma das minhas pistas favoritas e fica muito perto de onde eu cresci. Então, isso torna esse fim de semana mais especial ainda”, finalizou.  

[T1] The Stig Carreira 1 - #08

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Max Verstappen substitui Vergne na STR em 2015.

Max quebrará o recorde de piloto mais jovem a estrar na F1.
A Toro Rosso surpreendeu o mundo do automobilismo hoje ao anunciar a contratação de Max Verstappen de apenas 16 anos, o que é mais impressionante é que ele entra para ser titular e para quem não sabe esse é o primeiro ano de Max como piloto profissional, já que ano passado ele ainda corrida de kart.

Com a entrada de Max quem perdeu a vaga foi o Francês Jean-Éric Vergne. Vergne que foi mais um chutado pela equipe B da Red Bull, que já queimou vários pilotos entre eles: Sebastian Bourdais, Scott Speed, Jaime Alguersuari e Sebastian Buemi, este último ainda permanece ligado com a Red Bull como piloto de testes.

O filho de Jos Verstappen irá quebrar o recorde de piloto mais jovem a pilotar um Fórmula 1, esse recorde pertencia ao Espanhol Jaime Alguersuari que estreou com 19 anos e 125 dias, curiosamente Alguersuari correu na Toro Rosso durante sua passagem pela Fórmula 1. Max vai estrear na F1 com 17 anos, já que faz aniversário no dia 30 de Setembro.

Há boatos que Max faria um treino livre nessa temporada pela Red Bull, de acordo com a revista Alemã Motorsport-Total Helmut Marko optou por coloca-lo na Red Bull para evitar problemas de relacionamentos com Vergne.  

Max está na segunda posição da F3 Européia com 325 pontos, quem lidera o campeonato é o Francês Esteban Ocon com 402 pontos, lembrando que ainda faltam duas rodas triplas para acabar o campeonato.

domingo, 17 de agosto de 2014

Pra quem Perdeu: Nürburgring (DTM)

Wittmann vence e se isola na liderança da DTM.

Wittmann abre 64 pontos de diferença para Mortara e Ekström
Hoje tivemos a sétima etapa da DTM em Nürburgring e quem venceu foi ele, o líder disparado da DTM Marco Wittmann, o Alemão da BMW só não liderou duas da corrida e no fim só administrou. Rockenfeller ainda chegou no fim, mas ficou mesmo com a segunda posição e Edoardo Mortara  chegou em terceiro.

Na largada Wittmann manteve a liderança, Rockenfeller ultrapassou Mortara e assumiu a segunda posição. Mas quem se destacou foi Farfus que de décimo quarto pulou para sétimo na primeira volta, obviamente ter largado com o pneu macio ajudou.

Na volta 4 Mattias Ekström pode ter dado adeus a briga pelo título, o Sueco que já tinha largado em penúltimo se enroscou com um piloto e uma peça do lado direito do carro quebrou, assim o Sueco da Audi precisou abandonar.

Lá na frente Wittmann imprimia um bom ritmo e era cerca de três décimos mais rápido do que Rockenfeller. Enquanto isso na briga pela sétima posição Jamie Green tocou em Augusto Farfus e levou o Brasileiro para fora da pista, assim Farfus caiu para décimo quinto, mas em poucas voltas o Brasileiro já estava em décimo primeiro e era cerca de seis décimos mais rápidos do que era Martin Tomczyk e que estava de pneus duros.

Na volta 19 Augusto Farfus foi o primeiro piloto a ir fazer o pit-stop, o Brasileiro voltou em décimo nono. Na volta seguinte os carros que estavam mais a frente foram para os boxes Juncadella, Martin e Green, todos eles botaram pneus duros. Na volta 21 o líder Marco Wittmann também fez sua parada, o líder do campeonato já estava perdendo um pouco de ritmo e optou por parar e por os pneus duros. Na volta 22 foi a vez dos três primeiros pararem Rockenfeller, Mortara e Di Resta todos também botaram pneus duros.

Depois das trocas Wittmann estava na ponta com Rockenfeller em segundo, Mortara em terceiro e Di Resta. Porém Mortara estava bem longe de Rockenfeller, cerca de seis segundos atrás do Alemão da Audi. Quem estava perdendo posições era Augusto Farfus que estava em décimo primeiro e em duas voltas esta em décimo nono e último, foi ultrapassado por todos os pilotos que estavam usando pneus macios, na volta 36 o Brasileiro abandonou a corrida.

Na volta 33 Wittmann deu uma forte freada, travou as rodas e passou reto na chicane NGK, apesar disso o piloto seguiu sem problemas, foi só um susto   

A Audi teve um dia péssimo além de Ekström ter praticamente dado adeus a briga pelo título, teve outros três abandonos: Nico Müller, Timo Scheider e Miguel Molina.

Com a vitória Marco Wittmann soma 120 pontos, com a segunda posição Mike Rockenfeller pula de sexto para quarto com 53 pontos e Mortara empata com Ekström e ambos somam 56 pontos.

A próxima etapa da DTM será em Lausitzring no dia 14/09

Confira o resultado da corrida AQUI.

sábado, 16 de agosto de 2014

Wittmann na pole em Nürburgring.

Wittmann dá importante passo rumo ao título.
Tivemos hoje em Nürburgring o treino classificatório para a sétima etapa da DTM, e quem fez a pole foi Marco Wittmann com Edoardo Mortara e Mike Rockenfeller em seguida. Assim o piloto da BMW Team RMG e líder do campeonato conquistou sua terceira pole no ano.

Com um treino que começou com chuva e acabou no seco Marco Wittmann fez 1:22.780 em seguida veio em Edoardo Mortara com 1:22.925 apenas 0.145 mais lento que o pole e Mike Rockenfeller com 1:22.951 larga em terceiro.

A melhor Mercedes foi de Daniel Juncadella que fez 1:23.221 e vai largar em sétimo, o Espanhol também conseguiu sua melhor posição de largada no ano, e precisa pontuar já que ele e Vitaly Petrov estão zerados no campeonato. Di Resta, Vietoris veem logo em seguida do Espanhol com as sétima e nona posições respectivamente.

Quem pode ter se complicado na briga pelo título foi Mattias Ekström, o Sueco segundo colocado no campeonato vai largar em 22° e penúltimo, com o tempo de 1:28.504, frustrado Ekström disse: “Não há desculpas para o fraco desempenho de hoje, o nosso tempo simplesmente não foi o melhor.”

Após o pódio na Áustria o Brasileiro Augusto Farfus não teve um bom dia e vai largar somente em 14° o piloto da Team RBM fez 1:23.592.

A corrida começa as 8:30 e tem transmissão do Band Sports.

Veja o resultado de treino Aqui.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Recordar é Viver (9).

Porsche da Team Joest.
Depois de um tempo sumido o recordar é viver de hoje vai falar sobre o piloto Austríaco Alexander Wurz, ex F1 e atualmente no WEC.  

Em 1995 Wurz havia disputado diversos campeonatos de Fórmula 3, fez a temporada completa da F3 Alemã, e depois uma corrida na F3 Britânica e mais as tradicionais Mestres da F3, GP de Mônaco e o GP de Macau.

Em 1996 Wurz foi para o International Touring Car Championship (Que hoje corresponde a DTM), Wurz acabou o campeonato em 16° com 43 pontos. Nesse mesmo ano estreou nas 24 Horas de Le Mans pela equipe Joest Racing, dividindo o carro com o Americano David Jones e o Alemão Manuel Reuter. O trio venceu a corrida e Wurz se tornou o piloto mais jovem a vencer a principal corrida de Endurance do mundo, com 22 anos e 123 dias, recorde que permanece até hoje.

Depois Wurz foi para a Fórmula e correu nas equipes Benetton e Williams, foi piloto de testes da McLaren, na F1 teve 3 pódios e somou 45 pontos.

Em 2008 retornou as corridas de Endurance, o Austríaco acertou com a Peugeot, e no ano seguinte venceu novamente em Le Mans junto com David Brabham e Marc Gené. Com a Peugeot não participando do WEC em 2012 Wurz acertou com a Japonesa Toyota, na sua primeira temporada no mundial acabou em terceiro lugar com três vitórias, em Interlagos, Fuji e Shangai. 

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Novamente na estratégia Action Express vence em Road América.

Vitória do 5 foi fundamental para abrir na liderança do campeonato.
E ontem tivemos a corrida da United SportsCar realizada no autódromo de Road América, e a dupla da Action Express conquistou uma importante vitória e ainda contou com o abandono do carro da WTR que teve problemas e precisou abandonar. Mas vamos ao que aconteceu na corrida:

Na largada Scott Sharp não conseguiu manter a liderança e ainda na primeira volta caiu para terceiro, ainda no início da prova, na briga pela liderança Jordan Taylor tocou em Fittipaldi que rodou e foi para a grama, o Brasileiro caiu para quarto, e o piloto do carro 10 não foi punido, e com várias bandeiras amarelas quem começa aparecer era o 90 da Spirit of Daytona que havia largado em último e com menos de uma hora de corrida já estava entre os cinco primeiros.

Na antepenúltima bandeira amarela os pilotos partiram para o último pit-stop, o detalhe é que a dupla da Action Express tinha parado antes, assim permaneceu na pista e ganhou a primeira posição, Dalziel e Oswaldo Negri também permaneceram na pista, durante a bandeira amarela Ricky Taylor teve um problema na direção, bateu e precisou abandonar. Na relargada João Barbosa seguiu tranquilo na primeira posição, Negri ultrapassou Dalziel e subiu para segundo.

Os outros pilotos da classe P ficaram presos entre os retardatários, já que os PC e o GTLM não pararam no fim da prova, assim João Barbosa venceu tranquilamente, a dupla da Michael Shank conseguiu sua melhor posição no campeonato, graças ao grande trabalho de Negri, e na terceira posição o LMP2 da ESM de Dalziel/Sharp  
Dupla conquistou sua segunda vitória na temporada.
Na PC quem venceu foi o 8 da Starworks de Van der Zande/Schultiz conseguiu uma vitória no sufoco, já que na última bandeira amarela o 25 da 8Stars chegou a incomodar o 8, mas Rayhall acabou dando uma escapada no fim, mas mesmo assim a dupla do 25 ficou com a segunda posição e fechando o pódio o 85 da JDC-Miller Motorsports de Miller/Simpson. Os líderes da classe da Core Motorsport teve um dia ruim, primeiro sofreu um toque do Viper 91 e depois Colin Braun bateu e precisou de longos reparos, a dupla acabou na 39° posição.

O carro do Brasileiro Bruno Junqueira que largou na pole não durou mais do que sete minutos, já que Duncan Ende, seu companheiro acabou sofrendo um acidente ao tentar ultrapassar o DP da Starworks, ambos bateram e abandonaram.

Finalmente, Risi vence a primeira corrida no ano.
Já a Ferrari finalmente conseguiu vencer sua primeira corrida Fisichella/Kaffer, surpreendente de certa forma, já que a dupla largou em nono, em segundo chegou a BMW 56 de Edwards/Müller depois de uma grande disputa com o Viper 93 de Wittmer/Bomarito que ficou com a terceira, na penúltima volta Bomarito tinha ultrapassado Müller, mas o piloto da BMW conseguiu recuperar a segunda posição. Os líderes da classe Magnussen/García acabaram em sexto, mostrando que o BoP prejudicou bastante o carro da Chevrolet.

A BMW da Turner conquistou uma tranquila vitória.
E na GTD quem venceu foi BMW 94 da Turner Motorsport de Cameron/Paltalla, a dupla venceu sem muitas dificuldades já que o Aston Martin da TRG que largava na pole acabou batendo no Warmup e nem largou. Na segunda posição chegou o Porsche 22 da Alex Job de MacNeil/Keen e na terceira posição outro Porsche o da Snow Racing de M.Snow/Heylen. Os líderes do campeonato a Ferrari 555 da AIM de Bell/Sweedler chegaram na quinta posição


A próxima etapa da United SportsCar será no circuito da Virgínia, a corrida será dividida em duas, a primeira só com os PC e a segunda com os GTLM e GTD.

Confira o resultado da corrida Aqui.

domingo, 10 de agosto de 2014

IMSA divulga calendário da United SportsCar 2015.

Calendário de 2015 da TUSCC não tem tantas novidades.
A IMSA divulgou neste domingo o calendário do campeonato de 2015 da United SportsCar Series.

O campeonato começa nos dias 24 e 25 de Janeiro com as 24 Horas de Daytona e termina no dia de 3 de Outubro em Road America com o Petit Le Mans. A grande novidade para 2015 é a entrada de Lime Rock Park, a pista de Connecticut foi um pedido dos fãs e a IMSA atendeu ao pedido, na corrida vão correr os PC e GTD, já que a pista não suporta tantos carros.

Se Lime Rock entrou tivemos a saída de Kansas e Indianápolis, esta última com certeza vai fazer falta já que era uma das corridas mais tradicionais da Grand-Am.

Janeiro 24-25 - Daytona International Speedway* (Todos)
Março 21 - Sebring International Raceway* (Todos)
Abril 18 - Long Beach Street Circuit (P/GTLM)
Maio 3 - Mazda Raceway Laguna Seca (P/GTLM e PC/GTD)
Maio 30 - Detroit Belle Isle (P/GTD)
Junho 28 - Watkins Glen International* (Todos)
Julho 12 - Canadian Tire Motorsport Park (P/PC/GTLM)
Julho 25 - Lime Rock Park (PC/GTD)
Agosto 9 - Road America (Todos)
Agosto 23 - Virginia International Raceway (PC/GTLM/GTD)
Setembro 19 - Circuit of The Americas (Todos)
Outubro 3 - Road Atlanta* (Todos)

* Corridas da Tequila Patrón North American Endurance Cup 

domingo, 3 de agosto de 2014

Pra quem Perdeu: Spielberg (DTM)

Com jogo de equipe Wittmann vence na Áustria.

Em corrida polêmica Marco Wittmann vence e se isola na liderança da DTM
Hoje tivemos uma corrida de certa forma polêmica em Spielberg, já que a BMW ordenou que seus pilotos deixassem Marco Wittmann, líder do campeonato deixassem ele passar. Apesar de tudo isso tivemos uma boa corrida, com um início bem movimentado e várias disputas.

Na largada Wickens e Glock se mantiveram nas suas posições, Farfus ultrapassou Wittmann e assumiu a terceira posição, o resto do pelotão estava todo embolado. Lá na frente Wickens estava tranquilo em primeiro, enquanto na volta 4 Farfus ultrapassou Glock e pegou a segunda posição, o Brasileiro fez a volta mais rápida da corrida e já começava a descontar a diferença que tinha para o Canadense da Mercedes. Na volta 8 Farfus descontou muito e já estava a menos de um segundo de Wickens, e aí começou a briga pela liderança, já que o Brasileiro era mais rápido que o Canadense.

Mas na volta 10 Farfus tentou ultrapassar Wickens mas não conseguiu, no meio de tudo isso a BMW de Antonio Felix da Costa teve um aquecimento no motor e abandonou, e mesmo parando o carro na grama o Safety-Car não foi acionado. Na volta 12 que a disputa pela liderança esquentou, os dois ficaram lado a lado por um momento, mas sem nenhum toque, e Wickens conseguiu manter a liderança. Com Wickens segurando o pelotão Glock e Wehrlein estavam chegando nos dois primeiros.

Farfus decidiu não atacar mais o Canadense, e com Wickens segurando todo o pelotão diversos pilotos chegaram nos quatro primeiros, eram eles: Jaime Green, Marco Wittmann, Martin Tomczyk e Timo Scheider.

Na volta 18 Farfus foi fazer seu pit-stop, o primeiro do grupo da frente, colocou os pneus duros e voltou na nona posição. Na volta 21 todo o grupo da frente foi para o pit e Wickens voltou na frente, mas duas curvas depois Farfus ultrapassou e ganhou a segunda posição. Jaime Green permaneceu uma volta a mais na pista, e na volta seguinte fez seu pit-stop e voltou na liderança.

E duas notícias que mexeram com a história da corrida. Na volta 27 Wickens que estava em terceiro foi punido com um drive-through por ter sido liberado de forma perigosa no pit-stop e na volta seguinte Jaime Green que liderava também foi punido, ele

Na volta 29 tivemos um jogo de equipe, a BMW mandou que Glock abrisse passagem para Wittmann  E mesmo com a punição Wickens se manteve na pista e ultrapassou Augusto Farfus, logo na sequência Farfus também teve que abrir passagem para Wittmann. E como Wickens não cumpriu sua punição ele tomou bandeira preta e foi desclassificado.

A partir daí a corrida esfriou já que nenhuma BMW pode se atacar, no fim ainda tínhamos algumas brigas no pelotão intermediário, mas nada que mudasse o resultado da corrida.

Assim Marco Wittmann conquistou sua terceira vitória na temporada e se isola na liderança do campeonato com 95 pontos contra 56 de Mattias Ekström que acabou na sétima colocação.

A próxima corrida da DTM será no dia 17 de Agosto no circuito de Nürburgring.

Veja o resultado da corrida AQUI. 

sábado, 2 de agosto de 2014

Robert Wickens conquista a pole em Spielberg.

Canadense fez sua segunda pole no ano.
Hoje tivemos o treino classificatório para a corrida da DTM no autódromo de Spilberg na Áustria, e tivemos uma surpresa com uma pole, já que o circuito Austríaco tem várias retas, coisa que provavelmente não ajudaria os carros da estrela de três pontas, mas Wickens se saiu bem e conquistou sua segunda pole nesta temporada.

A pole ficou com a Mercedes de Robert Wickens que anotou 1:25.175, Timo Glock fez um tempo muito próximo ao da pole 1:25.181 e na terceira posição o atual líder da DTM Marco Wittmann fez 1:25.228. Os principais rivais de Wittmann não tiveram um bom dia, Mattias Ekström larga em 16°, Bruno Spengler em 10° e Edoardo Mortara em 21°.

Apesar da pole de Wickens a Mercedes ainda está na mesma porque tivemos só outros dois carros entre os 10, Pascal Wehrlein em 5° e Cristian Vietoris em 7°, depois o melhor Mercedes aparece somente em 12° com Daniel Juncadella.  

O Brasileiro Augusto Farfus conquistou sua melhor posição de largada em 2014 ao fazer 1:25.237 e ficar com o quarto tempo.

Curiosamente quem vai largar na última fila são dois ex-F1, Vitaly Petrov larga em 22° e Di Resta em 23° e último, definitivamente ao campeão de 2010 não está com sorte já que ocupa somente a 15° posição do campeonato com 12 pontos, enquanto Petrov ocupa a última posição do campeonato com nenhum ponto.

A corrida começa as 8:30 e tem transmissão do Band Sports

Veja o resultado do treino AQUI.