sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Recordar é Viver (12).

A pintura da RBR divulgando o filme do Super Homem.
Depois de um bom tempo sem fazer um “Recordar é viver”, decidi voltar hoje comentando o primeiro pódio da Red Bull Racing na Fórmula 1 conquistado por David Coulthard no GP de Mônaco em 2006.

Antes duas curiosidades: A RBR correu a etapa Monegasca com uma pintura do Super Homem, para promover o novo filme Superman Returns e a segunda era que Christian Horner falou antes da corrida que se caso a equipe conquistasse um pódio ele pularia pelado numa piscina (pois é).

Coulthard largou da sétima posição e fazia uma corrida de certa forma discreta, porém vários adversários que estavam na sua frente tiveram problemas, Klien que estava em quinto abandonou, Rubinho que estava em terceiro tomou um drive through por excesso de velocidade no pits e Trulli que herdou a terceira posição de Rubinho teve uma falha hidráulica, assim caindo no colo de Coulthard a terceira posição e o primeiro pódio da equipe Austríaca.

A corrida foi vencida por Fernando Alonso com Montoya em segundo, esse foi o último pódio do Colombiano na Fórmula 1.

Coulthard acabou o campeonato na 13° posição com 14 pontos.

E o pódio épico, primeiro pódio da RBR e último de Montoya.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Force Índia irá disputar o GP dos EUA.

Perez comemora o terceiro lugar conquistado no Bahrein.
Depois de correr o risco de não disputar o GP dos Estados Unidos a Force Índia pagou a última prestação que devia a Mercedes.

O prazo do pagamento se encerrava dia 27 de Outubro, agora com tudo certo a Mercedes irá liberar a quinta unidade no motor e atualizações aerodinâmicas. Lembrando que em Sochi a equipe precisou acionar um plano de economia de peças, assim optando por reduzir a potência do carro.

Bob Fernley, diretor da Force Índia demonstra preocupação com o futuro da Fórmula 1 admitindo que se nada for feito mais equipes irão abandonar o campeonato “Vamos perder mais equipes se continuar assim.” Alertou o diretor.

A Force Índia ocupa a sexta posição do mundial de construtores com 123 pontos a equipe possui um pódio na temporada com Sergio Perez no GP do Bahrein.

Opinião: Review da temporada 2014 da DTM.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Games: Project Cars, Halloween trailer.



A Slightly Studios lançou mais um trailer de Project Cars, dessa vez o trailer se passa na pista de Nurburgring Nordschleife.

Lembrando que o jogo foi adiado para evitar a concorrência dos principais games que são lançados no fim do ano, sendo assim o jogo será lançado no dia 18 de Março para Xbox One, PS4 e PC

domingo, 26 de outubro de 2014

Opinião: Audi na F1?

Audi não vai para a F1.

Não é dessa vez que a Audi vai para a F1.
Surgiu essa semana mais um rumor sobre uma possível ida da Audi a Fórmula 1 que compraria a Red Bull e estrearia já em 2016. Porém esse rumor foi negado.

Uma fonte próxima da Audi disse “Esses rumores surgem de tempos a tempos, mas é apenas pura especulação, sem qualquer fundamento. Estamos focados no Mundial de Endurance, DTM e GTs e no próximo ano vamos adicionar a nova competição Audi TT Sport Cup ao nosso programa em 2015".

Na temporada de 2014 a Audi venceu as 24 Horas de Le Mans, Spa e Nurburgring, foi campeã dos construtores na DTM e campeã da Blancpain Endurance Series com Laurens Vanthoor.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Sebastien Loeb Racing surpreende e vence em Estoril.

Carro da Loeb Racing recebe a bandeirada.
Cinco corridas, cinco vencedores diferentes, assim foi o equilibradíssimo campeonato da ELMS, que teve como campeões o 36 da Alpine de Webb/Panciatici/Chatin que chegaram na sexta posição e ainda foram punidos duas vezes.

A corrida foi vencida surpreendentemente pelo 24 da Loeb Racing de Eriksson/Capillaire na segunda posição o 43 da Morand Racing de Klien/Hirsch/Ragues e fechando o pódio o 38 da Jota Sports de Dolan/Tincknell/Albuquerque.   

O Zytek da Jota ainda liderou a corrida, só que quando Dolan assumiu o volante o dono da equipe saiu da pista duas vezes e tiveram que se contentar com aterceira posição mesmo.

Já o Brasileiro Pipo Derani acabou na sexta posição com o Oreca da Murphy Prototypes, O Brasileiro ainda fez a volta mais rápida da corrida 1:32.854. 
Os campeões da LMP2. 
SMP venceu e garantiu o titulo da GTE.
Na GTE a vitória ficou com o 72 da SMP Racing de Bertolini/Shaitar/Zlobin em segundo outra Ferrari a 54 da AF Corse de Perazzini/Cioci/Lions e na terceira posição ficou com mais uma Ferrari a JMW Motorsport de Richardson/Zampieri/McKenzie.

A Ferrari 55 da AF Corse que brigava pelo título teve um contato com uma McLaren da ART e precisou ficar um bom tempo nos boxes fazendo os reparos.

E com a vitória o título ficou com o 72 da SMP Racing.
Na primeira corrida na ELMS a VDS Racing consegue vencer.
E na GTC a vitória ficou com a Marc VDS Racing que fez sua primeira corrida no ano na ELMS o trio Leinders/Paltalla/Hassid chegou com uma volta de vantagem para a Ferrari da Formula Racing de Magnussen/Laursen/Mac e na terceira posição outra Ferrari 73 da SMP Racing de Beretta/Ladygin/Markzov.

Assim como na GTE o título ficou com o 73 SMP Racing com 94 pontos.

Veja a classificação da corrida Aqui.

Opinião: Hulkenberg renova com a Force Índia.

domingo, 19 de outubro de 2014

Games: F1 2014 Carreira - Melbourne.


Ekström vence em Hockenheim e garante o vice-campeonato.

Ekstrom vence e garantiu o vice-campeonato.
Depois de ter conseguido a primeira vitória na temporada na corrida de Zandvoort a Audi conseguiu fazer 1-2-3 na última corrida da temporada, a vitória ficou com Mattias Ekström que garantiu o vice-campeonato e ainda conseguiu as duas vitórias para a Audi nesta temporada. Marco Wittmann conseguiu uma boa recuperação e ficou na quinta posição.

Na largada Molina foi supera por Ekström, depois ao tentar a recuperar a liderança escapou da pista e foi superado por Green, Wehrlein, e Farfus. Com os pneus duros Ekström perdeu a liderança para Green, na segunda volta Ekström já tinha caído para a sexta posição.

Os cinco primeiros andavam juntos, Scheider que era o quinto estava a menos de 3 segundo de Green que era o líder, mas mesmo os cinco andando juntos ninguém ultrapassava ninguém. A ultrapassagem veio só na volta 12 quando Scheider superou Molina e ganhou a quarta posição.

Na volta 14 o primeiro pit-stop da corrida Bruno Spengler que ocupava a sexta posição voltou em décimo terceiro com os pneus duros. Na volta 16 Vietoris que usava os pneus macios superou Ekström e ocupou a sétima posição.

Molina que estava em quarto fez seu pit-stop na volta 18 e voltou na décima posição. Ainda na volta 18 Scheider superou Farfus e ganhou a terceira posição. Na volta seguinte o Brasileiro fez seu pit-stop.

Na volta 20 os três primeiros foram para os boxes. Na 21 Ekstrom que com as paradas ocupava a segunda posição voltou em nono, só que agora o Sueco estava com os pneus macios. Pascal Wehrlein que estava em segundo foi punido por que a equipe o liberou antes da hora no pit-stop, punição que cumpriu na volta 23 voltando na décima posição.

Ekström superou Juncadella na volta 24 e assumiu a sexta posição, Rockenfeller que também estava com os macios superou o Espanhol, na 26 foi a vez de Spengler ser ultrapassado por Ekström. Wittmann aparece pela primeira vez na corrida ao ultrapassar Vietoris na volta 28 e entrar na zona de pontuação.

No fim da volta 28 Ekström ultrapassa Molina e na volta 29 ultrapassou Farfus e assumiu a terceira posição, Rockenfeller vinha no embalo do Sueco e logo ganhou a quarta posição.

Mortara em queda livre na corrida sofreu um toque de Hand e abandonou a corrida, o Italiano estava na briga pela décima nona posição.

Na volta 33 Scheider foi superado por Ekström e Rockenfeller, porém a diferença para Green era muito grande 9.7, mas na outra volta Ekstrom já tinha descontado e a diferença caiu para 6.4. Wittmann em boa recuperação e fazendo uso dos pneus macios ultrapassou Molina e Farfus e já estava na quinta posição.

Na volta 37 Juncadella bateu e causou a entrada do Safety-Car. A relargada aconteceu na volta 40 e poucas curvas depois Ekström ultrapassa Green e assumiu a liderança, na última volta Rockenfeller ultrapassou Green e ganhou a segunda posição.

Ekström venceu e chegou com 2.4 de vantagem para Rockenfeller, Green chegou em terceiro e ainda segurou uma pressão de Di Resta na última volta.

Veja o resultado da corrida Aqui. 
Veja a classificação do campeonato Aqui.

sábado, 18 de outubro de 2014

Opinião: Onde estará Alonso em 2015?

Audi domina e Molina faz a pole em Hockenheim.

Molina vai em busca da primeira vitória na DTM.
Amanhã teremos a última corrida da temporada da DTM, e depois da primeira vitória da Audi na temporada em Zandvoort, a montadora de Ingolstadt dominou no treino em Hockenheim e fez 1-2-3.

A pole ficou com Miguel Molina que fez 1:33.316 e fez sua primeira pole na temporada, em segundo ficou seu companheiro Mattias Ekström com 1:33.332 e na terceira posição Edoardo Mortara com 1:33.406. O melhor não Audi foi a BMW de Augusto Farfus que fez 1:33.460 e larga na quarta posição.

A melhor Mercedes ficou com Pascal Wehrlein que anotou 1:33.483 e irá partir da sexta posição. Cristian Vietoris que tem 69 pontos pode ter se complicado na briga pelo vice-campeonato já que ele irá partir da penúltima posição

O campeão Marco Wittmann não teve um bom dia e com um tempo de 1:33.642 vai largar da décima terceira posição.

Com a chegada do horário de verão a corrida começa irá começar as 10:00. O Band Sports irá transmitir o VT da corrida as 15:00. Vou disponibilizar um streaming na minha página no Facebook.

Veja o resultado do treino Aqui.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Games: Unboxing FIFA 15.



Galera, fiquei sem internet por uns dias, por isso não saiu nada sobre a F1 e WEC, espero que entendam.
Mas hoje fiz mais um vídeo de games, um unboxing do FIFA 15.

sábado, 11 de outubro de 2014

Em Xangai, OAK vence mais uma pela AsLMS.

Largada para a terceira corrida da AsLMS.
Depois de ter ficado com a pulga atrás da orelha decidi falar da Asian Le Mans Series aqui no blog.

Já tivemos duas corridas realizadas em Inje e Fuji, e na madrugada de sexta para sábado tivemos a terceira corrida, realizada em Xangai na China. E assim como aconteceu nas outras duas corridas quem levou a melhor foi a OAK Racing de Cheng/Tung. A dupla da OAK chegou com uma volta de vantagem para o Oreca da Eurasia de Winslow/Hartshorne/Jin

Na classe CN (Que nada mais são os novos LMP3) os dois carros tiveram problemas. O 77 da Craft-Bamboo de Tse/Chan/Yokomizo chegaram em sétimo e o 21 da Avelon de Belotti/Lian chegaram em oitavo.

E na classe GT a vitória ficou com a Ferrari 33 da Clearwater de Sun/Sawa/Griffin que conseguiu boa recuperação após largar em ultimo, na segunda posição a BMW da AAI de Millroy/Tanigawa/Chen, e na terceira posição outro carro da AAI só que desta vez foi a Mercedes de Lam/Matsui/Takeshi.

A próxima etapa da AsLMS será no dia 23 de Novembro em Buriram na Tailândia.

Veja o resultado da corrida Aqui. 

Com tranquilidade Hamilton faz a pole em Sochi.

Hamilton faz a primeira pole da pista de Sochi.
Na estréia da Fórmula 1 em solo Russo, quem sobrou na disputa foi Lewis Hamilton que não deu nenhuma chance para seu companheiro de equipe que foi superado por incríveis 0.200, com a pole de hoje Hamilton larga na frente pela sétima vez no ano.  

Uma leva de pilotos tiveram punições, Maldonado por ter trocado de motor pela sexta vez no ano, Hulkenberg, Chilton e Magnussen, todos por terem trocado o câmbio.  

Que abriu os trabalhos na pista Russa foi Romain Grosjean, todos saíram com pneus macios, exceto a McLaren e Force Índia, percebendo o erro logo as equipes chamaram os pilotos para os boxes e colocar os pneus amarelos.

Rosberg assumiu a ponta com 1:39.076, logo veio Hamilton tomando a liderança com 1:38.759, uma grande diferença de 0.317, e pouco depois os dois foram para os boxes.

Sem dificuldades Bottas assumiu aterceira posição com 1:39.589 e na volta seguinte melhorou a sua volta anotando 1:39.125. Magnussen também veio forte e fez o quarto tempo

Felipe Massa teve problemas com sua Williams, fazendo apenas o tempo de 1:43.064, o piloto da Williams teve uma perda de potência e no fim acabou ficando com a décima oitava posição.

Perez abriu o Q2 e fazendo o primeiro tempo, mas Rosberg fez 1:38.979, apesar do bom tempo o Alemão acabou sendo superado por seu companheiro que fez 1:38.338, e logo depois Hamilton retornou para os boxes, e nem saiu mais para a pista.

Bottas superou Rosberg com 1:38.971 e assumiu a segunda posição, depois Rosberg reassumiu a segunda posição superando o Finlandês por 0s4 apesar disso a diferença dos companheiros ainda era grande 0.268. Bottas ainda tentou superar as Mercedes mas acabou ficando em terceiro.

A surpresa ficou por conta de Vettel que foi superado por Vergne no fim e acabou na décima primeira posição, assim ficando no meio do caminho.

No Q3 Hamilton e Vergne saíram juntos, e com a pista limpa Hamilton fez 1:39.980, logo Rosberg pegou a liderança com 1:38.946.

Depois de uma parada os pilotos voltaram para a pista e Hamilton retomou a liderança com 1:38.513, Rosberg ainda conseguiu melhorar seu tempo, mas não foi o suficiente para superar o Britânico, na terceira posição um guerreiro Bottas que com o cronometro zerado vinha mais rápido, mas uma escapa na última curva não teve chances de largar em uma posição melhor.

Veja o resultado do treino Aqui.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Lotus troca os motores Renault por Mercedes.

Lotus usará motor Mercedes em 2015.
Após duas décadas acabou a parceria entre Lotus e Renault. A equipe anunciou hoje que em 2015 começará a usar motores Mercedes. Com a chegada da Lotus a Mercedes vai fornecer motores para quatro equipes: Mercedes, Lotus, Force Índia e Williams.

A primeira vitória da Lotus no seu retorno a F1 foi em 2012 no GP de Abu Dhabi com Kimi Raikkonen e a última vitória foi na Austrália em 2013 com o próprio Kimi. Nas últimas duas temporadas foram duas vitórias e 23 pódios.

Porém com problemas financeiros desde o fim de 2013 a Lotus faz uma temporada decepcionante ocupa apenas oitava posição do mundial de construtores com oito pontos somados, todos eles com Romain Grosjean que teve dois oitavos lugares conquistados nos GP’s de Barcelona e Mônaco.

“É nosso desejo que o E23, impulsionado pela Mercedes, trará uma nova era de sucesso para Enstone. Neste momento, nós também gostaríamos de agradecer a Renault, que foi tão intimamente ligada com a equipe em toda sua história e pelo sucesso que conseguimos juntos”. Declarou Matthew Carter, CEO da equipe Lotus.

Toto Wolff, chefe da Mercedes destacou a importância da Mercedes que continua trabalhando com três equipes. “É estrategicamente importante para a Mercedes continuar fornecendo motores para três clientes, além do foco principal, que continua sendo a nossa própria equipe, e, portanto, é claro que estaríamos a procura de um novo cliente a partir de 2015. A Lotus é uma organização impressionante, que já entregou performances competitivas nas últimas temporadas. Temos o prazer de recebê-la na família Mercedes-Benz e estamos ansiosos para construir um relacionamento produtivo e de alto desempenho nos próximos anos.”

domingo, 5 de outubro de 2014

Opinião: Acidente de Jules Bianchi.

Hamilton vence em Suzuka. Bianchi sofre grave acidente.

Pilotos estavam tensos no pódio.
Depois de um bom tempo vimos uma corrida com chuva do início ao fim com a vitória de Lewis Hamilton que se aproveitou das dificuldades que Rosberg enfrentava com sua Mercedes, que em vários momentos da corrida escapava de traseira.

A corrida foi terminada antes das 53 voltas devido ao grave acidente que o Francês Jules Bianchi da Marussia sofreu na volta 44. O piloto está no hospital em estado grave e com traumatismo craniano.  

A corrida acabou começando com Safety-car, todos os pilotos com pneus de chuva 
extrema e logo no início Ericsson acabou ficando pelo caminho, mas o Sueco conseguiu voltar para a pista. E antes mesmo da segunda volta ser completando a direção da corrida deu bandeira vermelha. Os carros foram para os pit-lane. A corrida seria recomeçada as 3:25.

A relargada aconteceu atrás do carro de segurança, e na terceira a Ferrari de Alonso sofreu um problema eletrônico e precisou abandonar. Aos poucos a pista ia melhorando, alguns pilotos falavam pelo rádio que já tinha condições de ter corrida.

E seis voltas depois a corrida começa, a ordem se manteve a mesma, enquanto isso Button e Maldonado foram para os boxes e colocar pneus intermediários.

Na frente Rosberg já abria vantagem para Hamilton, 2.2 de vantagem, os pilotos pararam na volta 12 para por pneus intermediários. Rosberg parou na 13 e Hamilton na volta seguinte. Rosberg fez a volta mais rápida da corrida na sequência. E Massa começava a sofre com o ataque da dupla da Red Bull, Vettel passou o Brasileiro na volta 16 e na 17 para Ricciardo.

Logo depois Vettel colou em Bottas e conseguiu a ultrapassar, não demorou para Ricciardo também ultrapassar o Finlandês. A dupla da Red Bull era uma das mais velozes na pista, junto com a Mercedes.

Os pilotos que estavam no pelotão intermediário foram fazer mais uma parada nos pits. Enquanto isso a direção liberou o uso da asa móvel.

Lá na frente Hamilton começava a descontar a desvantagem que tinha para seu companheiro e depois de várias tentativas o Inglês finalmente ultrapassou Rosberg na volta 29 e logo abriu 4 segundos de vantagem.

Na volta 32 Button que estava em terceiro fez sua parada, voltou em quinto, na seguinte foi a vez de Rosberg e três depois Hamilton. Ricciardo assumiu a liderança provisória, mas logo o Australiano foi para os boxes. Hamilton reassumiu a ponta e fez a volota mais rápida da corrida.

Acidente de Bianchi.
Mais atrás Sutil bateu na curva 7 na volta 43, na volta 44 Bianchi acabou batendo no trator que retirava a Sauber, assim o safety-car foi acionado, mas pouco tempo depois a vermelha foi acionada, e na sequência a direção encerrou a prova com 44 voltas disputadas.   

Com a vitória Hamilton abre 10 pontos de vantagem para Rosberg, 266 contra 256 de Rosberg. A próxima etapa da F1 já é semana que vem em Sochi, na Russia.

Veja o resultado da corrida Aqui.

Sobre Bianchi é que ele está com traumatismo craniano e a última notícia que se tem é que ele passou por uma segunda cirurgia para conter uma hemorragia.

sábado, 4 de outubro de 2014

Irmãos Taylor vencem. o Petit Le Mans. Mas o título foi para a Action Express.


Nem a vitória foi suficiente para ajudar o #10 
E nesse sábado se encerrou a primeira temporada da United SportsCar Championship, que é a junção da Grand-Am com a American Le Mans Series, o que tivemos foi um campeonato marcado pela polêmica entre os DP e LMP2. Mas no geral tivemos um campeonato excelente.

E o grito de campeão foi em bom Português com a dupla luso-brasileira da Action Express conquistando o primeiro título da categoria.

A vitória acabou ficando com os principais rivais da Action Express o 10 da Wayne Taylor Racing de J.Taylor/R.Taylor/Angelelli em segundo os campeões Fittipaldi/Barbosa que tiveram a companhia de Bourdais nas provas mais longas do campeonato e fechando o pódio a Ganassi 01 de Pruett/Rojas/Dixon.

A grande surpresa ficou por conta do DeltaWing que chegou na quarta posição e ainda chegou a liderar uma parte da corrida com Katherine Legge, sem contar que em vários momentos da corrida eles ameaçaram o carro da Chip Ganassi. 

A vitória caiu no colo do trio da Starworks.
Na PC a vitória ficou com o 8 da Starworks de Van der Zande/Schultis/Popow em segundo o 54 da Core Braun/Bennett/Gue e na terceira posição o 52 da PR1/Mathiasen de Montecalvo e Jeannette.

Mas quem liderou a corrida por um bom tempo foi o 25 da 8Stars de Rayhall/Lux/Kimber-Smith, porém Rayhall bateu forte faltando 10 minutos para o fim, ele ainda foi encaminhado para o hospital, mas está tudo bem.  

O Brasileiro Bruno Junqueira que largou em segundo acabou abandonando a corrida, ele ainda chegou a liderar em alguns momentos da prova, mas depois teve problemas, até o carro voltou para a pista depois, mas já a 105 voltas atrás, mas no fim abandonou em definitivo.

A PC era a única que já tinha um campeão definido que era o 54 da Core de Braun e Bennett

Falken consegue sua primeira vitória no ano.
Como sempre a GTLM ofereceu as melhores disputas e assim como no ano passado a vitória ficou com o Porsche da Falken de Henzler/Holzer/Sellers em segundo chegou o Porsche 912 de Christensen/Long/Bamber e em terceiro o Víper 91 de Wittmer/Goosens/Hunter-Reay.

A vitória foi apertada já que a bandeira amarela no final embolou e Henzler sofreu forte pressão do 
Porsche de Christensen e do Viper de Goosens. Mas conseguiu se sair bem e conquistar a primeira vitória da Falken nesta temporada.

Um acidente no mínimo curioso dentro dos boxes envolveu três carros, o Corvette 3, o Porsche 911 e a Ferrari 62. Com essa batida a chance de títulos para o Corvette de Antônio García foi para o espaço, já que o carro precisou ir para os boxes fazer reparos, no fim acabou na oitava posição.

Com a terceira posição do Víper 91 o título ficou com o Canadense Kuno Wittmer.

Audi da Miller Racing venceu a primeira no ano.
E na GTD a vitória ficou com o Audi 48 da Miller Racing de Haase/B. Miller/ Bell em segundo o Porsche 58 da Snow Racing de M.Snow/Heylen e na terceira posição outro Porsche o 44 da Magnus Racing de Potter/Lally/Seefried.

Mesmo chegando na quarta posição Dane Cameron conquistou o título.

A United SportsCar Championship retorna nos dias 24 e  25 de Janeiro para as 24 Horas de Daytona.

Veja o resultado da corrida Aqui.

Games: Nostalgia PES6

Rosberg supera Hamilton e faz a pole em Suzuka.

Rosberg conquista mais uma pole nesse ano.
Aconteceu o esperado, a Mercedes faz novamente a primeira fila, e novamente a diferença foi pequena, mas melhor para Nico Rosberg que caso vença retoma a ponta do campeonato.

A corrida acontece as 3:00 mas pode começar mais cedo devido ao tufão hecatombe pode antecipar a largada da corrida.  

O Q1 começou com Vergne fazendo o primeiro tempo, grande parte dos pilotos saíram com os pneus duros. Não demorou muito e Hamilton tomou a liderança com 1:33.611, superando Rosberg por 0.060. Bottas apareceu bem com o terceiro tempo.

Alonso pulou para quinto seguido pela dupla da McLaren. Então a Red Bull liberou seus pilotos, Vettel fez o oitavo tempo com Ricciardo atrás em nono.  

Já no fim algumas equipes botaram os pneus médios, a surpresa foi Raikkonen ter saído com esse jogo de pneus que conseguiu pular para sétimo.   

Sutil fez o primeiro tempo do Q2, mas logo foi superado por Bottas que fez 1:33.801 com Massa em segundo, mas logo viram as Mercedes com Rosberg fazendo o primeiro tempo 1:32.950 esse era o melhor tempo do fim de semana, Hamilton tinha 1:32.982.

Depois de uma parada quase todos os pilotos voltaram para a pista e Vettel foi um dos primeiros a sair, já que estava fora da zona de classificação para o Q3. A Mercedes permaneceu nos boxes.

Massa ainda tinha feito o quarto tempo, de resto ficou como estava, sem nenhuma surpresa entre os eliminados.

No Q3 Bottas abriu os trabalhos fazendo 1:33.329, Massa em segundo com 1:33.527, mas para variar veios as Mercedes. Rosberg fez 1:32.629, Hamilton vinha em segundo, três décimos atrás do companheiro de equipe.

Nos últimos três minutos os pilotos voltaram para a pista, Bottas ainda melhorou seu tempo, mas não foi páreo para as Mercedes, Massa ficou em quarto, fezendo a segunda fila junto com seu companheiro.  

Rosberg ainda melhorou seu tempo em 0.123 e conquistou a pole, Hamilton ficou em segundo  com 1:32.703 e Bottas em terceiro com 1:33.128.

Veja o resultado do treino Aqui.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Opinião: Vettel fora da Red Bull em 2015.



OBS: Quando sair a informação de onde ele vai correr em 2015, faço um vídeo mais longo e detalhado.

OBS2: Acho que falei meio baixo durante o vídeo. :P